Tudo sobre: Choque Cardiogênico

Introdução

O choque cardiogênico é a condição na qual a irrigação sanguínea do corpo se torna insuficiente para realizar o suprimento necessário de oxigênio e nutrientes para as células do organismo. O choque cardiogênico é uma situação de emergência geralmente provocada pelo agravamento súbito de uma doença cardíaca pré-existente. A emergência se dá pela incapacidade do coração de bombear sangue com eficiência e pode ser fatal se não tratada correta e imediatamente.

Para um adequado funcionamento do organismo, é necessário que exista o equilíbrio do sistema vascular, que pode ser verificado através de variáveis como a pressão arterial e o débito cardíaco (volume de sangue bombeado pelo coração). Quando o animal sofre de doenças cardíacas, como por exemplo a insuficiência cardíaca, o coração não é capaz de manter o débito cardíaco adequado e suas funções podem ficar alteradas também como uma forma do organismo de compensar o baixo volume de sangue bombeado. 

O choque cardiogênico ocorre quando o desgaste do organismo é tamanho, que ele não consegue mais compensar a falta do funcionamento adequado do coração, nesse caso a pressão cai significativamente e sinais de falta de oxigenação no organismo podem ser observados, como extremidades do corpo frias e mucosas azuladas (cianóticas).

Além das doenças cardíacas primárias que podem ocasionar o choque, algumas complicações de outras doenças podem culminar no desarranjo do sistema circulatório como casos de sepse (infecção grave que atinge a corrente sanguínea), doenças pulmonares como a tromboembolia pulmonar, ou ainda quando o animal apresenta um quadro grave de distúrbio eletrolítico, quando os minerais presentes no organismo estão em quantidades desequilibradas.

Transmissão

-Não se aplica

Manifestações clínicas

- Mucosas pálidas

- Cianose

- Fraqueza

- Hipotensão

- Hipotermia

- Oligúria

- Tosse

- Letargia

- Dispneia

- Taquicardia

- Taquipneia

- Ataxia

- Apatia

- Óbito

- Alteração do estado mental

Diagnóstico

O diagnóstico da emergência é realizado pelo exame clínico do paciente.

Exames que o(a) médico(a) veterinário(a) pode solicitar:

- Hemograma completo

- Urinálise simples

- Gasometria

- Radiografia torácica

- Ecocardiografia

- Albumina

- Ureia

- AST – TGO

- ALT – TGP

- Fósforo

- Gama GT

- CPK (creatinofosfoquinase)

- Fosfatase Alcalina (F.A.)

Observação: A realização e a definição de necessidade de exames complementares são decisões do(a) Médico(a) Veterinário(a).

Tratamento

O choque cardiogênico é sempre uma emergência e deve ser tratado imediatamente com cuidados intensivos que incluem repouso e a redução do estresse causado pelo ambiente. Como a possibilidade de parada cardíaca é alta, o animal deve permanecer em observação e receber assistência respiratória se necessário. A causa exata do choque, ou seja, a doença cardíaca a qual ele está relacionado, deve ser estabelecida para que se realize o tratamento de forma adequada.

Prevenção

O correto tratamento de doenças cardíacas e acompanhamento veterinário do(a) paciente podem prevenir o agravamento do quadro até o estado de choque cardiogênico, porém em alguns casos a evolução da doença pode culminar em estado grave mesmo com o tratamento. Em ambos os casos, a assistência imediata em caso de choque cardiogênico é fator indispensável na expectativa de vida do animal.

Referências Bibliográficas

DUARTE, Marina Candido. Choque em gatos: dos sintomas ao tratamento. Graduação em Medicina Veterinária (Monografia). Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre-RS. 2018.

MENDES, Fernanda Figueiredo et al. Isquemia cerebral em cães e gatos. ENCICLOPÉDIA BIOSFERA, Centro Científico Conhecer - Goiânia, v.9, N.16; p. 2013.

MODENA, Diego Ferreira Alves. Avaliação ultrassonográfica e radiográfica dos campos pulmonares em cães sadios e com edema pulmonar cardiogênico. 2017. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo. São Paulo-SP. 2017.

NAGBI, Martha Girardi. Choque cardiogênico em cães: revisão de literatura. 2017. xiii, 31 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina Veterinária)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.

SOUZA, Suzany Maria de. Efusão pericárdica em cães e gatos: revisão de literatura. 2018. 65 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina Veterinária)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.

Recomendamos levar o seu pet a um médico veterinário para um diagnóstico preciso