Tudo sobre: Colapso induzido por exercício

Introdução

O colapso induzido por exercício (EIC) é uma doença genética autossômica recessiva caracterizada por fraqueza muscular e colapso após a realização de exercício intenso. 

Acomete a espécie canina, sendo o Labrador Retriever a raça com maior incidência. Porém, a doença já foi relatada em raças como Chesapeake, Bay Retriever e Curly-Coated Retriever, todas com alto grau de parentesco com com o Labrador. Além dessas, o problema também já foi identificado em exemplares de Boykin Spaniel, Pembroke, Welsh Corgi e mestiços de Labrador. Nos Estados Unidos, o EIC é a causa mais comum de intolerância ao exercício em cães jovens da raça Labrador e ocorre devido a uma mutação de um gene denominado “c.767G>T”, que codifica uma proteína chamada dinamina 1 (DMN 1). Essa mutação resulta em anormalidade da transmissão sináptica, afetando a função normal do sistema nervoso. 

Os cães que apresentam a mutação do EIC não apresentam sintomatologia clínica quando estão em repouso, mas apresentam colapso após a realização de cinco a 20 minutos de exercício intenso, sendo que muitos deles podem vir a óbito. A sintomatologia clínica geralmente inicia-se antes dos quatro anos de idade e não há predileção sexual ou por coloração de pelagem. 

A causa exata do desencadeamento de crises não é bem compreendida, mas acredita-se que temperaturas corporais altas atingidas durante o exercício intenso possam levar à disfunção da proteína mutante, resultando em falhas na transmissão sináptica, e consequentemente em crises de EIC. Apesar disso, sabe-se que o colapso pode ocorrer em temperaturas negativas. Estudos realizados em outros países demonstram que até 13,6% dos cães da raça Labrador apresentam a doença, e até 37% deles não possuem sintomas. 

Como a transmissão é genética, cães que apresentem suspeita de EIC devem ser testados a partir de exames moleculares para evitar a sua reprodução e continuidade da doença. 

Transmissão

- Hereditária

Manifestações clínicas

- Asintomaticos

- Paraparesia flácida não dolorosa

- Alteração nos níveis de consciência

- Ataxia

- Repouso após exercício (recuperação em algumas horas) 

- As crises podem levar o animal ao óbito 

Diagnóstico

Associação da anamnese detalhada, exame físico e exames complementares. Para a exclusão de outras doenças, o(a) médico(a) veterinário(a) pode solicitar/ realizar os seguintes exames:

- Hemograma completo
- Ureia 

- Creatinina

- Proteína total + fraçoes

- GGT

- Fosfatase alcalina (FA)

- ALT- TGP 

*O diagnóstico de EIC geralmente é realizado a partir da exclusão de outras doenças relacionadas ao colapso ou intolerância ao exercício, tais como anormalidades cardíacas, respiratórias, osteomusculares ou neurológicas. Para o confirmação, o médico veterinário pode solicitar a realização de testes moleculares para a detecção de mutação do gene. 

Observação: A realização e a definição da necessidade de exames complementares são decisões do(a) Médico(a) Veterinário(a). 

Tratamento

Não existe tratamento medicamentoso para o colapso induzido por exercício, mas é indicado que a intensidade dos exercícios realizados pelo animal seja reduzida e que não sejam praticados nos períodos mais quentes do dia. 

Prevenção

Para a prevenção, é recomendado que o animais com EIC não sejam reproduzidos, a fim de não transmitir a mutação para a ninhada. Porém, como alguns animais podem ser assintomáticos, recomenda-se a todos os canis de Labrador Retriever a realização de testes genéticos em seus reprodutores para identificar possíveis mutações genética e castrar animais positivos. 

Referências Bibliográficas

BASSO R.M., OLIVEIRA-FILHO J.P., PALUMBO M I.P., ZAKIA L.S., JÚNIOR J.P.A., BORGES A.S.; Colapso Induzido pelo exercício em um Labrador Retriever; Ciência Rural ,Santa Maria, v. 44, n. 9, p. 1629 -1631, set, 2014. 

BASSO R.M., OLIVEIRA-FILHO J.P., PALUMBO M.I.P., ZAKIA L.S., ARAÚJO J.R., BORGES A.S.; Ocorrência do SNP c.767G>T no gene DNM1 responsável pelo colapso induzido pelo exercício em cães da raça Labrador Retriever no Estado de São Paulo; Pesq. Vet.Bras.35(5): 486-490, maio 2015. 

CARDOSO J.V., NUNES J.M., STORTTI F.F., SANTOS M.S., ANDRADE F.M.; Colapso induzido por exercício: a prevenção vem da boa criação.  VIII Conferência Internacional de Medicina Veterinária do Coletivo, Revista MV&Z, v.15, n.3, 2017.

Recomendamos levar o seu pet a um médico veterinário para um diagnóstico preciso