Tudo sobre: Discinesia Ciliar Primária

Introdução

O sistema respiratório é revestido por um tecido epitelial que apresenta cílios que vão desde o terço posterior das fossas nasais até os bronquíolos, incluindo seios paranasais e ouvido médio. Tais cílios se movimentam de forma rápida e ritmada para transporte do muco nas vias respiratórias. A discinesia ciliar primária é caracterizada pela deficiência ultra-estrutural e funcional destes cílios. O comprometimento da movimentação e da atividade dos cílios predispõe o indivíduo a infecções respiratórias repetidas e pode resultar na doença obstrutiva crônica do trato respiratório. É uma anomalia hereditária com caráter autossômico recessivo.

Os pacientes com discinesia ciliar primária podem apresentar principalmente rinossinusite, mas também bronquite crônica, pneumonia, bronquiectasia, enfisema, atelectasia, tosse, pólipos nasais, hidrocefalia, otite média com perda auditiva, intolerância ao exercício, infertilidade nos machos e subfertilidade nas fêmeas. Essa condição pode aparecer associada a casos de situs inversus totalis - alteração congênita rara na qual as vísceras se desenvolvem do lado oposto da sua topografia, como se fosse sua imagem espelhada, caracterizando a Síndrome de Kartagener.

O prognóstico geralmente é bom e a grande maioria dos pacientes tem expectativa de vida normal. Contudo, há possibilidade de morte de neonatos e de indivíduos com diagnóstico muito tardio ou que não seguiram o manejo clínico recomendado. Ou seja, a sobrevida e qualidade de vida do paciente dependem do diagnóstico precoce e do seguimento da terapêutica e do manejo recomendado pelo clínico.

Transmissão

- Hereditária (não infecciosa)

Manifestações clínicas

Sinais inespecíficos (isolados ou em conjunto):

  • Tosse
  • Corrimento Nasal
  • Dispneia
  • Espirro

Diagnóstico

Associação de sinais clínicos, epidemiologia e exames laboratoriais.

Exames que o(a) médico(a) veterinário(a) pode solicitar:

  • Radiografia torácica
  • Ultrassonografia abdominal
  • Tomografia computadorizada
  • Ressonância magnética
  • Biópsia do sistema respiratório inferior

Observação: A realização e a definição de necessidade de exames complementares são decisões do(a) Médico(a) Veterinário(a).

Tratamento

O enfoque do tratamento é o manejo das alterações decorrentes da enfermidade, visando melhorar a qualidade respiratória do animal e prevenir o desenvolvimento de complicações como déficit auditivo e bronquiectasias. O(a) médico(a) veterinário(a) pode recomendar o uso de broncodilatadores e mucolíticos, ingestão frequente de água - para favorecer a umidificação das secreções, nebulização e antibioticoterapia de amplo espectro para tratar infecções secundárias.

Prevenção

É uma doença de origem genética, então é importante que em casos de compra de filhotes, os(as) tutores(as) adquiram os animais de criatórios registrados e responsáveis idôneos que tenham um bom controle sanitário do plantel de matrizes e padreadores. O histórico dos pais da ninhada é fundamental justamente para avaliar possíveis doenças que possam ser herdadas pelos filhotes.
No caso de animais adotados, cuja procedência é desconhecida, é difícil fazer esse tipo de previsão. No entanto, o acompanhamento precoce e periódico com o(a) médico(a) veterinário(a) tanto para as primeiras vacinas e vermífugos, quanto para check up possibilita o diagnóstico precoce e o correto manejo do animal para evitar possíveis complicações.

Após o diagnóstico de discinesia ciliar primária, o(a) responsável deve ter consciência da natureza crônica da doença e da impossibilidade de cura permanente, mas que o animal pode ter uma qualidade de vida aceitável desde que haja a realização da terapia adequada. O(a) tutor(a) deve ainda evitar que seu pet fique acima do peso, que seja exposto a agressores do epitélio respiratório ou que seja excessivamente excitado, pois são situações que pioram o quadro do paciente.

Animais diagnosticados com discinesia ciliar primária não devem ser destinados à reprodução, pois podem transmitir a doença para as ninhadas. Portanto, recomenda-se a castração assim que possível. Vale lembrar que a castração preventiva traz inúmeros benefícios ao animal, porque inibe alguns comportamentos sexuais que os estimulam a fugir em busca de parceiros, brigar com outros animais pelo territórios e auxilia no controle populacional, evitando que mais cães e gatos sejam abandonados à própria sorte nas ruas.

Referências Bibliográficas

REICHLER, I.M.; HOERAUF, A.; GUSCETTI, F. et al. Primary ciliary dyskinesia with situs inversus totalis, hydrocephalus internus and cardiac malformations in a dog. J. Small Anim. Pract., v.42, p.345-348, 2001.

SANTOS, J. W. A. et al. Discinesia ciliar primária - artigo de revisão. J Pneumol 27(5) – set-out de 2001

SOUZA JÚNIOR, P. et al. Síndrome de Kartagener em um cão (Canis lupus familiaris) da raça Cocker Spaniel Inglês. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. vol.63 no.3 Belo Horizonte June 2011.

Recomendamos levar o seu pet a um médico veterinário para um diagnóstico preciso
Conheça o Serviço Veterinário em Domicílio - Agendar Agora