Tudo sobre: Hipermagnesemia

Introdução

A Hipermagnesemia se dá quando as concentrações séricas do magnésio total e ionizado no sangue estão aumentadas, acima do valor padrão. É menos significativa no ponto de vista clínico, haja vista que os rins promovem uma excelente eliminação do magnésio quando este está em alta concentração. Porém, cães e gatos que apresentam insuficiência renal ou azotemia pós-renal podem desenvolver hipermagnesemia. Além desses, distúrbios de hipomotilidade intestinal e constipação, distúrbios endócrinos, administração excessiva de magnésio, laxantes contendo magnésio e suplementação iatrogênica sem controle em pacientes com problemas renais podem acarretar hipermagnesemia. 

Concentrações altas de magnésio afetam a transmissão do impulso nervoso, diminuindo as respostas pós-sinápticas na junção neuromuscular. Os sistemas acometidos com a hipermagnesemia são os sistemas cardiovascular, muscular e nervoso. 

A hipermagnesemia acomete cães e gatos, não havendo relação com idade, sexo e raça. A prevalência é baixa, sendo encontrada em 18% dos cães e 13% dos gatos, e em todos os casos foram encontrados insuficiência renal ou azotemia pós-renal. 

Transmissão

-Não se aplica

Manifestações clínicas

- Letargia

- Fraqueza

- Hipotensão

- Depressão respiratória

- Apneia

- Arritmias cardíacas 

- Paradas cardíacas 

- Êmese

- Paralisia flácida 

- Alterações do ECG

- Coma

- Depressão mental

Diagnóstico

Associação entre história clínica, exames físicos e laboratoriais 

Exames que o(a) Médico(a) Veterinário(a) pode pedir:

- Hemograma completo

- Bioquímico

- Urinálise 

- Medição de magnésio ionizado por eletrodo íon-seletivo

- Ultrafiltração do plasma

- Medição de níveis de magnésio em células sanguíneas mononucleares

Observação: A realização e a definição de necessidade de exames complementares são decisões do(a) Médico(a) Veterinário(a). 

Tratamento

Recomenda-se a eliminação imediata das fontes exógenas de magnésio, concomitante com a eliminação do magnésio excedente no organismo do animal. Em animais com função renal normal recomenda-se apenas tratamento suporte. Já para os casos de animais com falha no sistema renal, indica-se tratamento destinado à melhoria da função renal.

Cuidados específicos devem ser instaurados para pacientes com manifestação neurológica. 

Prevenção

Controle da suplementação de magnésio em animais com falhas no sistema renal.

Referências Bibliográficas

NELSON, Richard W. et al. Medicina Interna de Pequenos Animais. Ed. Elsevier, ed. 5, cap. 40, 2015. 

TILLEY, Larry P.; JUNIOR, F. W. K. S. Consulta Veterinária em cinco minutos: Espécies canina e felina. Ed. Manole, ed. 5, p. 656-657.

Recomendamos levar o seu pet a um médico veterinário para um diagnóstico preciso