Tudo sobre: Hipernatremia

Introdução

A Hipernatremia é caracterizada pelo aumento da concentração sérica (no sangue) de sódio. Esse aumento pode ser proveniente de uma perda de água pura, ou seja, sem perda de eletrólitos, ou hipotônica, com perda simultânea de água e sódio, entretanto, a perda de água sobrepõe a de sódio. Várias são as causas que podem resultar em hipernatremia em pequenos animais, como por exemplo, diabetes insípido e metilo, insuficiência renal, perda de fluidos gastrointestinais, pancreatite, peritonite, entre outros.

A Hipernatremia acomete cães e gatos, não havendo fatores relacionados à idade, ao sexo e à raça. É comum na clínica de pequenos animais provocando uma hiperosmolaridade.

Transmissão

- Não se aplica

Manifestações clínicas

A gravidade dos sinais clínicos depende do grau de hipernatremia e da causa base. 

- Polidipsia 

- Desorientação 

- Coma

- Convulsão 

- Letargia

- Fraqueza

- Ataxia 

- Hemorragia

- Hematoma 

- Trombose venosa

- Infarto cerebral

- Isquemia 

Diagnóstico

Associação entre história clínica, exames físicos e laboratoriais.

Exames que o Médico(a) Veterinário(a) pode pedir:

- Hemograma completo

- Bioquímico- sódio

- Bioquímico- potássio

- SDMA (Dimetilarginina simétrica)

- Ureia

- Fosfocreatinoquinase (CPK)

- Urinálise simples

Observação: A realização e a definição de necessidade destes e outros exames complementares são decisões do(a) Médico(a) Veterinário(a) responsável. 

Tratamento

O paciente deve ser internado e o tratamento realizado tem a finalidade de restabelecer o volume dos fluidos extracelulares aos valores normais. Recomenda-se como tratamento a fluidoterapia e a concentração sérica de sódio deve ser avaliada a cada quatro ou seis horas a fim de verificar a resposta à terapia.

Prevenção

- Não se aplica

Referências Bibliográficas

NELSON, Richard W. et al. Medicina Interna de Pequenos Animais. Ed. Elsevier, ed. 5, cap. 40, 2015. 

SANTALUCIA, Sérgio et al. Fisiologia dos líquidos corporais em cães e gatos. Revista da FZVA, Uruguaiana, V.19, n.1, p.61-78, 2013.

TILLEY, Larry P.; JUNIOR, F. W. K. S. Consulta Veterinária em cinco minutos: Espécies canina e felina. Ed. Manole, ed. 5, p. 656-657.

Recomendamos levar o seu pet a um médico veterinário para um diagnóstico preciso