Tudo sobre: Insuficiência Pancreática Exócrina

Introdução

O pâncreas é uma glândula do organismo que tem a função de secretar enzimas digestivas e algumas outras substâncias que servem para facilitar a digestão e proporcionar uma absorção de nutrientes adequada. O pâncreas também produz alguns hormônios como insulina e glucagon, que tem a função de regular o metabolismo do animal.

Insuficiência pancreática exócrina é uma síndrome que ocorre quando a quantidade de enzimas digestivas pancreáticas no intestino delgado não é suficiente para a realização correta da digestão e absorção dos nutrientes necessários ao organismo.

A insuficiência pancreática exócrina acontece em cães e gatos, porém com menor frequência nos gatos. A doença pode ocorrer em decorrência de uma pancreatite crônica, que é a inflamação do pâncreas que perdura por longos períodos, danificando as estruturas do órgão. 

A atrofia acinar pancreática é a diminuição nas células acinares do pâncreas, responsáveis pela secreção das substâncias digestivas. Quando acontece a perda de mais de 90% das células acinares pancreáticas, acontece a diminuição da secreção de enzimas digestivas e o animal pode apresentar sinais de má digestão e de má absorção de nutrientes. 

Apesar de a atrofia acinar pancreática ser a principal causa de insuficiência pancreática exócrina, essa patologia também pode ser observada em consequência de tumores no pâncreas.

Transmissão

-Idiopático

Manifestações clínicas

Sinais inespecíficos de distúrbios gástricos (isolados ou em conjunto):

-Ataxia

-Emagrecimento

-Caquexia

-Apatia

-Anorexia

-Êmese 

-Poliúria 

-Polidipsia

-Polifagia 

-Diarreia

-Coprofagia

-Esteatorreia

Diagnóstico

Para o diagnóstico, são realizadas provas da Função Pancreática Exócrina

- Imunorreatividade semelhante à da tripsina

 Exames complementares que o médico veterinário pode solicitar:

-Parasitológico de Fezes

-Hemograma completo

-Urinálise

-Radiografia

-Albumina

-Ureia

-AST – TGO

-ALT – TGP

-Fósforo

-Gama GT

-CPK (creatinofosfoquinase)

-Fosfatase Alcalina (F.A.) 

Observação: A realização e a definição de necessidade de exames complementares são decisões do Médico Veterinário. 

Tratamento

A Insuficiência Pancreática Exócrina não tem cura, porém o tratamento é relativamente simples. O tratamento consiste na suplementação com as enzimas digestivas e demais substâncias que estão em falta no processo digestivo que são simplesmente adicionadas ao alimento do animal.

O médico veterinário também poderá recomendar alterações na dieta para melhor adaptação e absorção de nutrientes. Quando o animal apresentar deficiências minerais ou vitamínicas, ou em caso de animais subnutridos, os suplementos vitamínicos e minerais também podem ser necessários. 

Eventuais complicações secundárias ao quadro também podem exigir tratamento para a melhora do quadro geral do animal.

Prevenção

O fator hereditário pode estar envolvido nessa patologia, principalmente em cães da raça Pastor Alemão, portanto a linhagem e reprodução desses animais deve ser discutida com o médico veterinário.

Referências Bibliográficas

DOS SANTOS ZOELLNER, Juliana Valério et al. INSUFICIÊNCIA PANCREÁTICA EXÓCRINA EM CÃO–RELATO DE CASO. REVISTA ELETRÔNICA BIOCIÊNCIAS, BIOTECNOLOGIA E SAÚDE, v. 10, n. 19, p. 3-3, 2017.

MOREIRA, T. de A.; GUNDIM, L. F.; MEDEIROS-RONCHI, A. A. Patologias pancreáticas em cães: revisão de literatura. Arq. Ciênc. Vet. Zool. UNIPAR, Umuarama, v. 20, n. 2, p. 109-115, abr./jun. 2017.

LUCCA, R. P. da V. de. Insuficiência pancreática exócrina em cão - relato de caso. Arq. Ciênc. Vet. Zool. UNIPAR, Umuarama, v. 20, n. 2, p. 83-86, abr./jun. 2017.

OLIVEIRA, Natalia da Silva. Insuficiência pancreática exócrina em cão: relato de caso. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) – Universidade Federal Rural de Pernambuco, Departamento de Medicina Veterinária, Garanhuns, BR-PE, 2018. 

ZOELLNER, Juliana Valério dos Santos et al. INSUFICIÊNCIA PANCREÁTICA EXÓCRINA EM CÃO–RELATO DE CASO. REVISTA ELETRÔNICA BIOCIÊNCIAS, BIOTECNOLOGIA E SAÚDE, v. 10, n. 19, p. 3-3, 2017.

OLIVEIRA, Vanessa Silvério de. Insuficiência pancreática exócrina em cães; Revisão bibliográfica / Vanessa Silvério de Oliveira; orientador Christine Souza Martins. – Brasília, 2017.. Trabalho de conclusão de curso de graduação – Universidade de Brasília/Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2017.

Recomendamos levar o seu pet a um médico veterinário para um diagnóstico preciso