Tudo sobre: Linfadenite

Introdução

Existe uma rede de vasos e gânglios linfáticos que são responsáveis por levar células de defesa e realizar a drenagem regional por todo o organismo do animal. Quando ocorre a inflamação dos gânglios linfáticos, podemos chamar de linfadenite, onde há a migração ativa das células de defesa do sangue. Em casos de infecção ativa, os linfonodos se encontram na maioria das vezes aumentados, pois ocorre o aumento no número das células de defesa para combater a infecção.

Pode acometer animais de qualquer faixa etária, porém os filhotes, idosos e pets com alguma deficiência imunológica são normalmente mais afetados por serem mais susceptíveis às infecções. Essa condição pode ser ocasionada por bactérias, vírus, fungos, neoplasias, protozoários.

Não existe correlação genética com a ocorrência da linfadenite, porém animais da raça Basset Hound apresentam uma alteração rara de imunodeficiência sendo mais susceptíveis a desenvolverem certas micobacterioses levando ao aumento dos linfonodos.

Transmissão

-Não se aplica

Manifestações clínicas

  • Pirexia
  • Inapetência 
  • Dor a palpação dos gânglios
  • Prostração
  • Abscesso
  • Aumento generalizado dos linfonodos

Diagnóstico

Associação entre o histórico do animal, sinais clínicos e exames físico (com palpação dos principais linfonodos) e complementares. O(a) médico(a) veterinário(a) pode solicitar/ realizar os seguintes exames complementares:

  • Hemograma 
  • Bioquimico
  • Citologia aspirativa
  • Ultrassonografia abdominal
  • Radiografias

Observação: A realização e a definição de necessidade de exames complementares são decisões do(a) Médico(a) Veterinário(a). 

Tratamento

O tratamento varia de acordo com o agente causador e as características da inflamação. O animal deve ser tratado por um médico veterinário após avaliação e exames de sua escolha.

Prevenção

-Não se aplica

Referências Bibliográficas

ALVIM, L. F. et al. Estudo retrospectivo de casos de linfomas de cães e gatos, diagnosticadas por citologia no laboratório de patologia do HOVET metodista, no período de 2013 a agosto de 2016. Medicina Veterinária, 2016.

PEREIRA, M. T. et al. Linfadenite e dermatite granulomatosa juvenil estéril em Shih-tzu: descrição de um caso.

ZACHARY, J. F. et al. Bases da patologia veterinária. Elsevier Health Sciences Brazil, 2012.

Recomendamos levar o seu pet a um médico veterinário para um diagnóstico preciso
Conheça o Serviço Veterinário em Domicílio - Agendar Agora