Adestramento de gatos

Espertos, inteligentes, ágeis e companheiros, os gatos estão presentes nos lares de todo o país, e, a cada dia mais, vêm conquistando o coração das pessoas. Alguns os consideram independentes e teimosos, mas, mesmo assim, sabem que eles não recusam um bom agrado. Todas essas características podem ser usadas para ensinar truques e limites ao bichano. Sim, os gatos também podem ser adestrados.

A primeira coisa a se fazer é providenciar um petisco que o pet adore, pois, assim, como no caso dos cães, o adestramento dos gatos vem junto com uma boa e apetitosa guloseima. O truque a ser ensinado inicialmente para ele é sentar. Isso é muito mais fácil do que se pode imaginar. Basta colocar o petisco acima da cabeça do animal, sem deixar que pegue. Então é só esperar pacientemente que ele sente ou o ajudar a sentar, fazendo-o caminhar pra trás. Assim que o fizer, pode ser oferecido um pequeno pedaço do petisco. Isso terá que ser repetido algumas vezes até que o pet aprenda.

Ensiná-lo a dar a pata também é possível, e mais fácil que o truque anterior. Para tal, basta colocar um petisco em cada mão, chegar perto do bichano e estender apenas uma delas, mostrando a guloseima. Se o bichano tentar pegar com a boca, deve ser impedido. Espera-se, então, que tente puxar com a patinha e, assim que o fizer, é importante recompensá-lo com o petisco que está escondido na outra mão.

Outro truque bem fácil e que rapidamente o gato aprenderá, principalmente se for bem guloso, é o de chamá-lo para que ele vá, na hora, até a pessoa. Deve-se escolher uma palavra, aleatoriamente, mas que só seja usada para essa finalidade. Pode ser algo como “aqui” ou “presente”, mas fica a critério do dono. Na primeira vez, fala-se a palavra escolhida e  se mostra o petisco. Quando ele chegar, o dono (ou quem estiver realizando o adestramento) deverá dar um pedaço pequeno da guloseima. Ele logo vai entender que sempre que atender a esse chamado ganhará o prêmio. É bom ressaltar que jamais se deve deixar de ofertar  petiscos sempre que o bichano agir corretamente, pelo menos nos primeiros meses. Depois, isso será rotina para ele.

Paciência, amor e carinho fazem com que o pet aprenda diversas novidades rapidamente. Para isso, é válido cuidar sempre bem do bichinho, com coleiras e acessórios para gatos de boa qualidade, além de espalhar erva de gatos e arranhadores pela casa, para que o animal brinque e se divirta. Com isso o pet será mantido saudável, ensinado e feliz.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

Deixe um comentário