Banhos em gatos

Banhos em gatos - Petlove - O Maior Petshop Online do Brasil

Banhos em Gatos. – Todos os direitos reservados a Carl P Robinson (foto)

Dar banho ou não dar banho? Essa é uma questão importante para os donos de felinos que querem ter uma atenção especial com a higiene animal dos gatos. O banho de língua que ele faz em si mesmo não é o suficiente para mantê-lo limpo. Além disso, o animal pode ingerir muitos pelos nesse processo e ter problemas no trato gastrointestinal.

O banho, para os gatos, pode ser um processo trabalhoso e deve respeitar intervalos de alguns meses. O ideal é habituar o pet desde filhote, para que ele não estranhe, se assuste e acabe por machucar seus donos. Quando o momento do banho for plenamente incorporado à rotina, é indicado é separar todos os acessórios para banho de gatos, como shampoos e condicionadores para que, uma vez iniciado o banho, ele não seja interrompido.

Para banhar o bichinho, deve ser escolhida uma pia grande, com torneira móvel, ou banheira. Chuveiro também é uma opção, porém o processo de conter o animal pode ficar mais complicado. Sempre é necessário que se verifique a temperatura da água. De preferência, que seja morna. Ela deverá ser testada com a mão: se a temperatura estiver agradável ao toque, estará ideal para o felino.

No caso de ainda estar inseguro em como segurar o bichano, treine no chão. Segure com uma mão na nunca, com delicadeza e firmeza, pressionando levemente para baixo e veja se com a outra mão consegue alcançar todas as partes do corpo do animal. O processo de contenção do animal é extremamente importante para que não ocorra nenhum acidente.

Assim, é indicado molhar o bichano suavemente, da cabeça até o rabo. Deve-se ter muito cuidado na parte da cabeça, para que não entre água nos ouvidos. Então, ensaboa-se cuidadosamente o corpo, de acordo com a recomendação do fabricante do produto (dependendo do que for utilizado, pode precisar de um período de espera para ter a ação desejada). No fim, enxágua-se completamente e pode-se repetir essa operação. Resíduos do produto não devem ser deixados no pet, além de irritar a pele, ao se lamber, pode haver ingestão do produto, podendo causar intoxicação. Se a pelagem for muito longa e vasta, é válido utilizar um condicionador.

Usar secador de cabelos pode ser algo extremamente assustador para o animal. Utiliza-se uma toalha com alto poder de absorção e envolve-se o felino, espremendo delicadamente os pelos com a toalha. É necessário tentar escovar e desembaraçar o pelo após o banho. Isso vai reduzir a quantidade de pelagem morta que o felino pode engolir. Pode ser que inicialmente o processo seja um tanto trabalhoso, mas a medida que o felino for se habituando com o banho, o processo se tornará mais tranquilo.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

2 Comentários

    • Ola amanda, se o gato for bonzinho, seria igual a segurar uma criança nos braços. Se o gato não for tão amigável, existe uma técnica que podemos enrolar o gato numa toalha como se fossemos fazer um “casulo” ao redor do gato e com isso fica mais difícil para ele “espernear, arranhar, morder, etc”. A sua pergunta esta num blog de banhos em gatos, então a técnica da toalha não se aplica, veja se ele é bonzinho e permite ser banhado com tranquilidade. Se ele não permitir, procure um banho e tosa que tenha experiencia em dar banho em gato para lhe ajudar.

Deixe um comentário