Benefícios dos probióticos e prebióticos para cachorros

Ainda bastante desconhecidos por pais e mães de cachorros, os probióticos e prebióticos são super importantes para a saúde do pet e você precisa saber mais sobre essa dupla com nomes bem parecidos.

Antes de entrarmos nos detalhes, vale comentar que, de maneira geral, os probióticos e os prebióticos são componentes da dieta que auxiliam o trato digestivo, ajudando os cães a terem menos desconforto e uma digestão mais saudável. Porém, cada um desempenhando funções diferentes, veja abaixo os detalhes!

Probioticos-Petlove

Probióticos

São consideradas bactérias, mas calma, não se trata de inimigas do organismo do seu cachorro, pelo contrário. Estas são benéficas, pois ajudam o pet a quebrar e digerir os alimentos, assim como fortalecer a microflora intestinal.

Elas também funcionam como “combatentes” das bactérias maléficas, que podem dificultar a digestão dos alimentos e ainda deixar o seu peludo doente. Então, ao oferecer probióticos ao seu cão, você está oferecendo ao organismo dele um “exército” que trabalhará em prol de uma melhor saúde digestiva.

Prebióticos

Se os probióticos são a “artilharia”, os prebióticos podem ser considerados como os responsáveis pela alimentação desses valentes protetores e mantê-los saudáveis.

Além de servirem como fonte de nutrientes, os prebióticos também são fibras fermentáveis que, ao se dividirem, liberam ácidos graxos e ajudam a proteger o cólon, sistema imunológico e ainda aumentam a capacidade de absorção de minerais pelo organismo.

Mas, onde encontrá-los?

Eu sei que você ficou super empolgado ao tomar conhecimento dos benefícios dessa dupla dinâmica e quer oferecer hoje mesmo uma boa de probióticos e prebióticos ao seu cachorro.

Mas, como diria o ditado, “devagar com o andor”. Primeiro, porque a dupla pode já estar presente na alimentação atual do seu pet sem você saber, afinal, rações secas e úmidas e alguns petiscos, por exemplo, podem conter pro e prebióticos. E, segundo, porque alguns alimentos que você oferece ao peludinho (como a beterraba) são considerados fontes naturais dessas maravilhas.

Além das opções citadas, você também pode contar com os suplementos que são oferecidos de diferentes formas: em seringa – como o Vetnil e Biocanis -, tabletes mastigáveis com sabor de carne, como o NUTRAfases, e palitinhos como os da Spin Pet. Porém, não esqueça que a alimentação do seu pet precisa da orientação de um médico veterinário ou zootecnista.

Como você notou, o ideal é que a dupla aja sempre em conjunto para maximizar os resultados e fortalecer a saúde intestinal. Achar o equilíbrio entre os probióticos e prebióticos pode ser a solução que faltava para tratar a dor de estômago e os episódios recorrentes de diarreia do seu cachorro.

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e que não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.