Bengal

BENGAL

BENGAL

Em 1963, Jean Sudgen, criadora Californiana, adquiriu um gato selvagem, o gato-leopardo da Ásia, Felis prionailurus bengalensis, ou seja, um leopardo miniatura de pelagem malhada, o qual é ao mesmo tempo um grande nadador e um excelente pescador. Cruzou-o com uma gata American Shorthair,com o objetivo de criar uma raça de gatos domésticos com traços característicos dos gatos selvagens. As gatas oriundas desta hibridação eram férteis. Quando cruzadas com o pai, deram à luz gatinhos com pelagem malhada. Assim nasceu o Bengal. Em 1973, o Dr. Centerwall da Universidade da Califórnia prosseguiu estas hibridações para testar a resistência do gato-leopardo asiático ao vírus da leucemia felina. Ofereceu 8 destes híbridos a J.Sugden, que entretanto casara passando a ser a Sra. Mill, que continuou o seu programa de criação e seleção. O Siamês, o Mau egípcio e o Burmês foram utilizados pelos criadores para dar origem a novas linhagens. O primeiro espécime da raça, “Millwood Finally Found” foi registado pela T.I.C.A em 1983. Não foi reconhecido pela C.F.A. e a F.I.F.E apenas o reconheceu recentemente. Surgiu em França em 1991. Esta raça faz parte da nova geração de “gatos selvagens” e permanece ainda pouco disseminada.

ASPECTO GERAL DO BENGAL

Tamanho médio a grande.
Peso: 5,5 a 9 kg. Mediolíneo. Estrutura óssea forte. Pêlo curto

CABEÇA
Bastante grande com contornos arredondados. Ligeiramente mais comprida do que larga. De perfil, ligeira curvatura da fronte até à
cana do nariz. Maçãs do rosto elevadas e destacadas. Faceiras aceites nos machos adultos. Focinho largo, cheio. Nariz grande,
largo com uma ligeira curva côncava. Mandíbulas bastante pronunciadas.
ORELHAS
Muito pequenas, extremidades arredondadas, pontiagudas e dirigidas para a frente.As extremidades de lince não são desejáveis.
OLHOS
Grandes, ovais bastante espaçados, ligeiramente oblíquos. São aceites todas as cores com excepção do azul e água-marinha. Azul no Seal Lynx Point Blue; verde no Brown Tabby; azul-esverdeado no Seal Mink Tabby.
PESCOÇO
Comprido,grosso,musculado, vigoroso e proporcional ao corpo.
CORPO
Longo, grande, vigoroso mas não Oriental. Estrutura óssea robusta. Musculatura forte.
PATAS
De tamanho médio, sendo as posteriores ligeiramente mais compridas que as anteriores. Estrutura óssea e musculatura fortes, como as do corpo. Pés de grandes dimensões, redondos. Almofadinhas plantares negras.
CAUDA
De comprimento médio, grossa, afilando em direção à extremidade arredondada.
PELAGEM
Pêlo curto e fino. Textura espessa, luxuriante e muito suave ao toque. A pelagem pode ser:
– Tabby spotted (malhado).As manchas podem ser negras, chocolate ou canela. A pelagem de fundo deve ser preferencialmente laranja. Riscas negras ao nível dos ombros e aneladas na cauda, cuja extremidade é negra.
– Tabby marbled (marmoreado) Flancos com desenhos grandes semelhantes aos da concha de ostra, e ombros com desenhos
semelhantes aos das asas de borboleta.
– O “Leopardo das neves” é branco com malhas e manchas marmoreadas que vão do ruivo ao negro. Os olhos são azuis.
OBSERVAÇÕES
Cruzamentos autoriza dos com outras raças: nenhum.
DEFEITOS
Manchas que se unem formando riscas. Ausência de negro na extremidade da cauda. Abdómen sem manchas. Almofadinhas plantares
cor-de-rosa ou descoloridas.

CARACTERÍSTICAS/PARTICULARIDADES
Gato equilibrado, de convivência agradável desde que faça parte, no mínimo, da 4ª à 7ª geração após a hibridação entre um gato e
um gato-leopardo da Ásia. Apesar disso,o seu instinto de caçador e o seu dinamismo estão acima da média da espécie.
Os gatinhos são muitíssimo irrequietos. O macho possui a reputação de ser maissimpático do que a fêmea, a qual é frequentemente
muito independente e temperamental, revelando excessivas manifestações de raiva ou de ternura. O Bengal é muito sociável com outros gatos e cães, mas por vezes pode observa-se alguns comportamentos “selvagens”.Vivo e ativo, gosta de se exercitar e adora a água. Tem necessidade de espaço. Muito exclusivo em relação ao dono, o qual lhe deve dedicar bastante tempo,pode mostrar-se tão afetuoso como qualquer outro gato. A sua voz é discreta. Fácil manutenção.

fonte ENCICLOPEDIA DO GATO ROYAL CANIN

Sobre o autor

Dr. Marcio Waldman

Dr. Marcio Waldman

Medico veterinário, diretor e fundador do www.petlove.com.br. Formado em 1988 pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP e pós graduado em latu sensu em odontologia veterinária, foi secretário geral da Anclivepa SP (associação nacional de clínicos veterinários de pequenos animais) e sócio fundador do Simpavet (sindicato patronal dos médicos veterinários). Atuou como clínico veterinário de pequenos animais de 1988 a 2005 em São Paulo, e em 2005 terminou a atividade na clinica para se dedicar exclusivamente ao Pet Love.

Comentar

Deixe um comentário