Campanha Anti-Caca

Sair para passear diariamente com o cãozinho é extremamente benéfico para a saúde dele, já que ele fica livre do tédio e do estresse causado pelo confinamento e é estimulado a gastar energia, que inclusive poderia estar sendo usada para brincar, morder e destruir objetos estimados pela casa. O passeio também é ótimo para os donos, que se exercitam e aproveitam o tempo para descontrair com o bichinho.

Alguns direitos reservados por indi.ca

“O dono deve se sentir na obrigação de recolher todas as fezes do bichinho e descartá-lo da maneira correta na lixeira”

Alguns acessórios são fundamentais para serem levados nesses passeios, como a guia que garante a segurança do pet e das pessoas que transitam pela rua, aliada ou não a um enforcador, caso o pet seja de raça média ou grande e que tenha temperamento agressivo. Outros acessórios importantes são os bebedouros portáteis para o caso do animal sentir sede. Durante a caminhada, seja pelo estímulo feito no intestino do cachorro ou para tentar demarcar o território e deixar seu odor por onde passou, é muito frequente que o cachorrinho faça cocô em locais públicos. E agora, o que fazer?

Deixar no lugar é que não pode e quem faz isso está assinando atestado de falta de educação e desrespeito a todos! O dono deve se sentir na obrigação de recolher todas as fezes do bichinho e descartá-la da maneira correta na lixeira, porque ninguém gosta de sair de casa e pisar no cocô ou ficar desviando deles em calçadas sujas e fedidas. Esse comportamento deve ser adotado por todos para garantir bairros mais limpos e saudáveis, o que é chamado de campanha anti-caca.

Se todos os donos de pets participarem ativamente da campanha anti-caca, a limpeza das ruas será muito maior. Para aderir ao movimento, basta levar um coletor de fezes ao sair para passear, ou até mesmo um menos cômodo saco plástico improvisado para que sempre que o bichinho fizer cocô, este seja recolhido e levado ao lixo. Muitas pessoas sentem nojo de segurar as fezes com o saquinho e acham essa atitude de certa forma menos digna ou humilhante, mas essa é a responsabilidade de se ter um cachorro, além de que se o cão se alimenta com rações de boa qualidade, como as premium ou super premium, não será uma tarefa difícil porque as fezes serão bem consistentes e fáceis de recolher.

Essa atitude de pegar a caca do cãozinho também evita que várias doenças sejam disseminadas pelas fezes na rua, como por exemplo, a cinomose que é uma virose muito grave, além do ancilostoma. Este é um verme que pode estar presente no intestino dos bichinhos, onde deposita larvas que saem do corpo do animal junto com as fezes e causam a zoonose popularmente conhecida como “bicho geográfico”.

Se todos os donos de pet aderirem à campanha anti-caca, as ruas, praças, parques e avenidas serão mais limpas e livres de muitas doenças que deixarão de ser transmitidas tanto para humanos quanto para os animais. Cabe ao dono colocar em prática o uso dos coletores para recolher as fezes dos bichinhos e assim colaborar com a manutenção da saúde pública e ser tornar um cidadão exemplar.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

Deixe um comentário