Robô é testado para pastorear ovelhas

Você sabia que a tecnologia disponível atual já é capaz de realizar metade das tarefas de um trabalho humano? Sim, muitos cargos foram extintos graças ao avanço das modernidades, e ainda há vários que estão sendo ameaçados e devem desaparecer ao longo do tempo.

Contudo, a tecnologia não “ameaça” apenas as funções humanas, os cães também estão na mira! Ao que tudo indica, as pessoas não são as únicas que precisam se preocupar com os robôs. A empresa de software da Nova Zelândia chamada Rocos, em parceria com a Boston Dynamics, anunciou que o seu famoso cão robótico ganhou uma nova função: a de pastorear ovelhas.

Não está acreditando? A empresa publicou um vídeo recentemente onde Spot, como é chamado o cão robô, percorre sobre colinas e pastoreia um rebanho de ovelhas, sem a presença de nenhum humano. Veja:

A empresa neozelandesa é especializada em desenvolvimento de softwares para o desempenho remoto de robôs. Segundo ela, sua plataforma em nuvem permitirá que o Spot, capaz de atravessar terrenos irregulares e forte o bastante para puxar um caminhão com total facilidade, diminua a falta de trabalhadores devido à pandemia do novo Coronavírus.

“Equipado com cargas úteis como sensores de calor e gás, LIDAR e câmeras de alta resolução, o Spot navega em ambientes hostis para capturar dados em tempo real”. Na agricultura, os fazendeiros podem acessar informações como estimativas de colheitas mais precisas e atualizadas. Isso fornece acesso a uma nova categoria de automação e a um negócio mais seguro e eficiente”, disse a Rocos em uma publicação em seu blog.

Afinal, os cães devem mesmo perder a função de pastoreio?

Apesar desta nova tecnologia parecer funcional e inovadora, o vídeo deixa claro que o objetivo da parceria entre Rocos e a Boston Dynamics é contribuir para o trabalho canino, ao invés de substituí-lo.

Além disso, da mesma forma que os cachorros contribuem para diversas áreas da sociedade, com papéis fundamentais como cão-guia e policial, por exemplo, a empresa neozelandesa está ampliando o trabalho do Spot para a telemedicina devido à pandemia, introduzindo-o em hospitais do País no intuito de diminuir a exposição dos profissionais da saúde ao vírus que atinge o Mundo inteiro.

Sobre o autor

Gabriel Arruda

Gabriel Arruda

É estudante de Jornalismo, apaixonado por animais e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.