Características do Foxhound Americano

Definitivamente esse não é um cão pra qualquer pessoa aventureira que se deixa levar apenas pela beleza do animal. Apesar de tranquilo, gentil, e bastante companheiro, o Foxhound Americano é um cachorro bem peculiar, que precisa de espaço, bastante exercício e adora mostrar o quão potente é o seu latido. 

De porte médio, o peludinho tem em média 27 kg, porém pode ficar obeso com facilidade se sua alimentação não for vigiada e suas doses diárias de exercícios ficarem aquém do necessário. Esteja pronto para atender as necessidades desse cão de caça e seja recompensado com muito carinho e dedicação.


Seus pelos são de comprimento médio e têm uma textura mais dura, que antigamente eles usavam como proteção contra os arbustos. A pelagem pode ser de diferentes cores, porém é comum ver animais dessa raça com a mistura de marrom com branco e preto com branco. Uma escovação por semana, com cerdas firmes, será o suficiente para remover a sujeira e distribuir os óleos naturais da pele.

Saúde

Reconhecido por sua saúde quase que inabalável, não exige grandes preocupações e tampouco tem doenças relacionadas à sua raça. Check-ups semanais nas patas, ouvidos e boca são recomendáveis para notar qualquer anormalidade. A escovação dental também é necessária para evitar o acúmulo de tártaro que podem trazer problemas futuros. No mais, é apostar em uma excelente ração e deixá-lo gastar a grande energia que tem.

Temperamento

Falamos já sobre algumas de suas qualidades, mas cabem ainda mais adjetivos sobre o temperamento do Foxhound Americano, que adora a companhia dos cães de outra raça e até dos gatos, caso seja socializado desde cedo. Com as crianças também vai muito bem e são bastante tolerantes. É um tipo de cão que fica entediado com facilidade, principalmente quando se sente confinado ou abandonado pelos seus humanos preferidos. Principalmente nessas situações, ele fará com que o seu latido poderoso seja ouvido por quilômetros de distância.

Inteligência e obediência

Um lado que precisa ser trabalhado é em relação a teimosia do bichano, que em sua origem foi criado como um cão de caça que não precisava de muitos ensinamentos para fazer o seu trabalho, portanto, sua natureza independente precisa ser tratada desde cedo. Trabalhar com a recompensa positiva – elogios, carinhos, brinquedos – funciona muito bem, atenção para o uso excessivo de petiscos, pois como dito anteriormente, ele engorda com facilidade.

Cuidados especiais

Como a disposição do canino parece não ter fim, separe entre uma e duas horas do dia para acompanhá-lo em alguma atividade física, ele vai adorar corridas e longas caminhadas. Como é um cão de caça, o uso de guia é recomendável, pois qualquer objeto ou aroma pode atraí-lo para longe de você. Um quintal espaçoso é necessário, mas ele deve ser cercado para impedir que o cachorro vague sem destino e tenha dificuldades em achar o caminho de volta.

Curiosidades

Ele já foi destaque na série de livros de suspense Mrs. Murphy, publicados pela escritora norte-americana Rita Mae Brown. Outra curiosidade é que o presidente americano George Washington, responsável pela Constituição do EUA, foi um dos primeiros a criar cães dessa raça.

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

É jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.