Conceitos em Limpeza

Conceitos em limpeza - Petlove - O Maior Petshop Online do Brasil

Conceitos em Limpeza.

Todos sabem que a limpeza de ambientes é essencial, não apenas para garantir a qualidade de vida do animal de estimação, mas também de todos que moram na casa. Lavar chão, pias, potes de comida, terrários, entre outros locais, é uma prática rotineira, porém, ao usar os produtos como desinfetar, esterilizar ou fazer assepsia, há muito engano. Esses produtos chegam até a serem usados como sinônimos, mas não são. Seus significados são muito diferentes.

Descontaminação é a reunião de vários tipos de limpeza, de desinfecção ou esterilização de locais contaminados por microrganismos patogênicos. É quando, por exemplo, um pet, com uma doença infecciosa, ficou no quintal e uma série de medidas de higiene precisaram ser tomadas. Esse processo é justamente a descontaminação do quintal. Já a limpeza se refere à retirada de resíduos e pó do ambiente e não precisa, necessariamente, ser feita com produtos químicos.

Sanitização é, genericamente, o mesmo que desinfecção. Trata-se de um conjunto de operações de natureza físicas ou/e químicas, para se reduzir o nível de contaminação por microrganismos em seu estado latente, como os esporos, em superfícies inanimadas (objetos, pisos e outros). Já a esterilização de algo ou de um local consiste  na remoção de todos os organismos vivos indesejáveis,  sejam em forma de esporos ou bactérias. Destrói até mesmo os príons (proteínas infecciosas). É o que é usado nos instrumentos cirúrgicos para garantir a qualidade e a segurança ao paciente.

Assepsia é o conjunto de medidas preventivas, ou técnicas especiais, tomadas para proteger determinada área ou objeto, da contaminação por microrganismos. É o que se faz em um ferimento: um procedimento asséptico.

Para qualquer que seja o procedimento a se fazer no lar, é importante salientar que a água precisa ser limpa e potável. Os produtos químicos têm de ser adequados ao tipo de serviço e serem de fácil remoção, para que não sobrem resíduos no local. Além disso, devem ser devidamente registrados no órgão competente, para garantir que são realmente eficazes e seguros. Quem for fazer a manipulação precisa usar EPI, que é o equipamento de proteção individual. Luvas, avental e, em alguns casos, nos quais os produtos são mais fortes, máscaras e óculos de proteção. Só assim se poderá realizar todo procedimento com segurança, tanto para o aplicador dos produtos, quanto para os que vão usar o local ou os objetos.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

Deixe um comentário