Tosse dos canis

Também conhecida como traqueobronquite infecciosa ou traqueíte, a tosse dos canis é uma doença infecto contagiosa que pode acometer cachorros, gatos e também o ser humano, por isso é considerada uma zoonose.

Causas da tosse dos canis

A tosse dos canis possui um ou vários agentes causadores, agindo juntos ou isoladamente. A bactéria Bordetella bronchiseptica é a mais importante dos agentes, pois esta envolvida na maioria dos cães infectados e também afeta os humanos. Porém, outros agentes etiológicos podem estar presentes, sendo os mais frequentes o vírus da Parainfluenza e o Adenovirus do tipo 2.

Formas de contaminação da tosse dos canis

Essa doença é mais prevalente em meses frios e a transmissão se dá por contato direto com cães infectados ou indireto com matérias espirrados, resíduos de tosse ou por contato indireto como bebedouros, comedouros e caminhas que tiveram contato com os cães infectados.

Evolução da doença da tosse dos canis

Após a contaminação, o vírus e as bactérias se encontram no sistema respiratório superior e os sintomas começam a surgir entre um período de 3 a 8 dias.

Sintomas da tosse dos canis

Tosse, espirros, febre e a falta de apetite são os principais sintomas da tosse dos canis em cachorros. Em casos mais complicados podem ocorrer corrimento ocular e nasal com pus e até pneumonias. Esses sintomas podem se estender de 1 a 3 semanas ou mais na dependência dos agentes causadores envolvidos e da gravidade da doença.

Diagnóstico da tosse dos canis

Não há uma necessidade clínica de se estabelecer qual o agente causador, a não ser que o cachorro seja participante de algum estudo científico. Os sintomas apresentados associados com um bom histórico clínico (ou anamnese) e exames complementares como hemograma e a radiografia de tórax fecham a maioria dos diagnósticos de tosse dos canis.

Tratamento da tosse dos canis

O tratamento é baseado em medidas de suporte para manter o estado geral do animal e antibióticos que tem uma boa distribuição no trato respiratório.

Prevenção da tosse dos canis

A única prevenção é através da vacinação, amplamente aplicada em clínicas veterinárias e evitar contato com animais doentes ou com os sintomas citados acima.

Achou o post interessante? Então compartilha!

Sobre o autor

Dr. Marcio Waldman

Dr. Marcio Waldman

Medico veterinário, diretor e fundador do www.petlove.com.br. Formado em 1988 pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP e pós graduado em latu sensu em odontologia veterinária, foi secretário geral da Anclivepa SP (associação nacional de clínicos veterinários de pequenos animais) e sócio fundador do Simpavet (sindicato patronal dos médicos veterinários). Atuou como clínico veterinário de pequenos animais de 1988 a 2005 em São Paulo, e em 2005 terminou a atividade na clinica para se dedicar exclusivamente ao Pet Love.

Deixe um comentário