Cachorro picado por escorpião: o que fazer?

Além do perigo para nós humanos, os escorpiões também são uma séria ameaça para a saúde canina. Agora, o que fazer com cachorro picado por escorpião?

Antes de mais nada, saiba que o escorpião é o animal peçonhento que mais mata no Brasil. Para se ter uma ideia, mais de 400 pessoas sofrem acidentes com esses animais diariamente.

Isso significa que os escorpiões são ameaças reais em nosso cotidiano, tanto para nós quanto para os cachorros.

O que fazer com cachorro picado por escorpião?

A picada de escorpião em cachorro é fatal?

Tudo depende da espécie do escorpião e da quantidade de veneno introduzida no cão. Há espécies menos nocivas, mas também existem aquelas extremamente tóxicas, tanto para nós quanto para os animais.

Dependendo da gravidade, o veneno pode atingir o sistema nervoso central do cão e, consequentemente, levá-lo a óbito. Além disso, o diagnóstico precoce e os primeiros socorros são imprescindíveis nestes casos.

Cachorro picado por escorpião: Sintomas

Só de olhar para esse animal já bate uma aflição, não é mesmo? Na maioria das vezes, os acidentes acontecem sem que o pai humano esteja vendo. Por isso, o ideal é estar atento aos sintomas da picada de escorpião em cachorro.

Às vezes, é possível enxergar o ferrão preso na pele do pet. Mas, ainda assim, prestar atenção aos sinais é o melhor caminho para realizar os primeiros socorros.

Sintomas mais frequentes:

  • Cansaço
  • Diarreia
  • Náuseas e vômitos
  • Vermelhidão ou sangramento no local da picada (o mais habitual)
  • Inchaço
  • Dor intensa no local
  • Dificuldade para andar devido à dor
  • Dificuldade para respirar
  • Salivação intensa

Cão picado por escorpião, o que fazer?

Presenciou o acidente ou seu cão apresentou algum sintoma da picada de escorpião? Primeiramente, calma! É comum que alguns pais, motivados pelo desespero, acabem tomando decisões precipitadas e, consequentemente, causando ainda mais problemas ao pet.

O cachorro deve ser imobilizado imediatamente e, em seguida, levado para o médico veterinário mais próximo. Afinal de contas, não há o que fazer. Somente o profissional será capaz de prestar os primeiros socorros para manter a integridade do cachorro.

Dicas de prevenção

A gente sabe que até mesmo quem vive em áreas urbanas está à mercê de escorpiões. Mas, ainda assim, há como prevenir a presença dessa ameaça tão perigosa.

Evitar o acúmulo de lixo, entulhos, restos de madeira ou de materiais de construção é fundamental. Além disso, manter o ambiente limpo e vedar frestas e buracos da parede também ajuda a evitar a presença de escorpiões.

Percebeu a presença de um escorpião? Ligue imediatamente para o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da sua cidade e, claro, se proteja e proteja o seu cachorro!

Sobre o autor

Gabriel Arruda

Gabriel Arruda

É Jornalista, apaixonado por pets e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.