Cadastre-se e ganhe 20% OFF na primeira assinatura!

Cuidados com cães durante o verão

O verão começou oficialmente no dia 21 de dezembro. Mas muitos cães já estão sofrendo com o aumento das temperaturas. Veja os principais cuidados nessa época do ano.

Quando começa dezembro, já sentimos que o verão se aproxima. Temperaturas mais altas podem acarretar em mudanças de comportamento e rotina.

cachorro tomando água em um dia de sol

É comum perceber, durante os dias mais quentes, uma certa diminuição de apetite nos cães. Normalmente vem acompanhada de aumento de ingestão de água. Alguns ficam mais letárgicos, preguiçosos. Outros buscam as áreas mais frescas e ventiladas para deitar.

Alguns cuidados simples podem ajudar (e muito) os nossos peludos a lidarem melhor com o verão:

  1. Passeie em horários mais frescos, como início da manhã e final da tarde.
  2. Verifique a temperatura do asfalto (ou chão) antes de andar com o cachorro. Basta colocar o dorso da mão e contar até sete. Se queimar sua mão, vai queimar a pata do cachorro.
  3. Ofereça mais água. Coloque mais potes pela casa. Se ele gostar, pode até colocar pedras de gelo para deixar a água mais fresca.
  4. No passeio, leve sempre uma garrafa de água e ofereça constantemente ao animal.
  5. Procure praças e parques arborizados e com grama para passear.
  6. Para aumentar o apetite, ofereça sorvete (de cachorro, obviamente). Pode ser de suco de melancia ou com a própria alimentação pastosa e congelada.
  7. Não deixe o cachorro em locais que segurem calor, como carro, quartos fechados ou caixas de transporte. Ele precisa sempre ter a opção de sair de onde ele estiver desconfortável.
  8. Proteja seu cachorro contra pulgas, carrapatos e mosquitos. Em épocas quentes, a proliferação desses ectoparasitas é maior. Então, previna qualquer problema. Veja com o médico-veterinário o produto mais indicado para o seu cãozinho.
  9. Todos os cuidados devem ser redobrados para filhotes, idosos e os de focinho curto. Eles sofrem ainda mais no calor e podem desidratar ainda mais rápido.
  10. Se o cachorro for muito branco ou tiver partes com pouco pelo, vale a pena passar protetor solar. Converse com o médico-veterinário.
  11. A qualquer sintoma de diarreia, vômito, falta de apetite ou prostração, leve seu pet imediatamente ao médico-veterinário.

Posso ser cuidadosa demais, mas tenho quatro potes de água e mais duas fontes para que não falte água para ninguém. Mesmo estando quente, deixo um cobertor, caso alguém sinta frio. Estou providenciando um tapete gelado para os mais calorentos. Passeio só após o pôr do sol. Brinquedos com água são sempre uma ótima pedida. E aproveito a época para fazer check-up em toda turma e colocar as vacinas em dia.

Não podemos vacilar. Mesmo sendo uma época deliciosa, se não prestarmos atenção, pode se tornar um pesadelo. O bem-estar deles, mesmo no verão, depende de nós.

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Luiza Cervenka

Luiza Cervenka é bióloga, com mestrado em Psicobiologia (comportamento animal), Pós-graduação em Jornalismo e doutoranda em Medicina Veterinária. Assina o blog Comportamento Animal do Estadão e tem quadro pet no Programa Revista da Manhã na TV Gazeta. Atende cães e gatos como Terapeuta Comportamental.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.