Gato sente o sabor doce?

Por fazer parte da família, muitas vezes estamos acostumados a atribuir sentimentos, costumes e até mesmo processos fisiológicos dos humanos aos pets. Os gatos são seres únicos com metabolismo, comportamentos, visão e até mesmo paladar diferente do nosso e nem sempre eles irão perceber o mundo da mesma forma que nós, um exemplo, se o gato sente o sabor doce ou não.

Sempre suspeitou-se que os gatos não conseguiam sentir o sabor doce, mas até 2005, não sabíamos exatamente se isso era possível. Cientistas da Monell Chemical Senses Center, na Filadélfia, descobriram a resposta para essa dúvida que acompanhou os amantes de gatos por décadas e você pode conferir tudo a respeito a seguir.

Antes da pesquisa que determinou se o gato sente o sabor doce ou não, era sabido que os felinos domésticos não eram tão chegados a doces assim, a única coisa que realmente os interessa é proteína, ou seja, carne animal. Por mais que seu gato coma uma fruta ou outra, eles são extremamente seletivos e não há comparação quando você oferta aquele sachê que ele ama. 

Foi a partir dessa suspeita que os cientistas descobriram que os gatos são impossibilitados de sentir o sabor doce, eles realmente não conseguem sentir esse sabor que nos humanos causa tanto prazer e felicidade.

Por que os gatos não conseguem sentir o sabor doce?

A língua da maioria dos mamíferos é composta por diversas papilas, cada uma com a sua função específica. As papilas gustativas são responsáveis por captar o sabor da comida e enviar a informação até o cérebro. As principais proteínas responsáveis pela percepção do doce são a Tas1r2 e Tas1r3. E adivinha só? Foi numa dessas substâncias que a pesquisa da Monell Chemical Senses Center descobriu que os gatos têm defeito.

Os felinos possuem essas duas proteínas, mas o que acontece é que é preciso 247 pares de bases dos aminoácidos para compor o DNA da Tas1r2  para “funcionar” perfeitamente. Mas os gatos não possuem esses 247 pares de aminoácidos, sendo assim, não conseguem sentir o doce.

De forma simples, os cientistas descobriram que por uma deficiência genética, os gatos não têm os receptores do açúcar em suas papilas gustativas, impedindo que essa informação chegue até o cérebro.

Meu gato gosta de doces, por quê?

Lembra que eu falei serem duas proteínas responsáveis pelo sabor doce? Alguns pesquisadores suspeitam que talvez os gatos consigam usar o receptor Tas1r3 para saborear a doçura em concentrações altas, mas acreditam que seja algo muito raro. Outro motivo, é que dependendo do alimento ofertado, pode haver outras substâncias que chamem a atenção do felino, como o cheiro.

Uma curiosidade é que não apenas os gatos domésticos possuem essa deficiência genética, mas todos os felinos como leões, leopardos e tigres também não sentem o gosto doce na boca, sendo os felinos os únicos mamíferos na natureza com essa característica.

Vale lembrar que os gatos são carnívoros estritos e não precisam de grandes quantidades de carboidrato na dieta. Não oferte nada com açúcar para o seu gatinho, além de não sentirem o gosto, o excesso de açúcar no sangue pode predispor à obesidade e diabetes mellitus. Se o seu gato demonstrar interesse e for saudável, tende oferecer pequenos pedaços de frutas como banana, mamão (sem sementes) e manga como opção de petisco diferente.

Sobre o autor

Beatriz Mario

Beatriz Mario

Estudante de Medicina Veterinária, sonho que tenho desde criança, cresci com gatos e hoje sou uma felícia assumida. Tenho dois felinos resgatados: o Frodo e o Bilbo, que são considerados meus filhos de pelo. Meu propósito de vida é ajudar o máximo de pets possíveis e fazer com que eles fiquem mais felizes e saudáveis escrevendo para o blog da Petlove.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.