Hoje é Dia do Médico Veterinário!

No Brasil, comemoramos o Dia do Médico Veterinário no dia 09 de setembro, data em que Getúlio Vargas regularizou a profissão no País. A profissão de médico veterinário por aqui é relativamente nova, tendo sido reconhecida oficialmente apenas no ano de 1933.

Os primeiros “médicos veterinários” brasileiros

João Baptista Moncouet, em 1818, era conhecido como “o artista veterinário”. Nomeado “alveitar”, ele cuidava de animais doentes e fazia ferraduras com perfeição. Por isso, dava aulas para quem desejava atuar na área. 

Em 1875, ao visitar a França – que sempre foi referência na medicina de animais -, Dom Pedro II conheceu a Escola Veterinária de Alfort e resolveu criar algo parecido no Brasil. Com isso, em 1896 tivemos as portas da Escola de  Medicina Veterinária do Exército do Rio de Janeiro abertas. 

Entre 1904 e 1910, João Moniz Barreto de Aragão colaborou bastante para a medicina veterinária nacional fazendo estudos sobre patologia e bacteriologia em animais domésticos. Com auxílio de escolas francesas, nos anos seguintes, as pesquisas foram evoluindo e, em 17 de julho de 1914, a Escola de Veterinária do Exército foi reconhecida como um Curso Prático de Medicina Veterinária.

A medicina veterinária no Brasil

Os primeiros médicos veterinários brasileiros diplomados se formaram no ano de 1917! Hoje, o Brasil é conhecido como o País com o maior número de médicos veterinários do mundo e isso se dá principalmente pela crescente do mercado pet, pelo número de animais domésticos que temos em nosso território e por nossa pecuária. 

O médico veterinário, em geral, é habilitado para tratar e prevenir doenças em animais de todas as espécies, bem como cuidar da saúde humana de forma indireta – uma vez que as zoonoses e antropozoonoses fazem parte da rotina de trabalho. 

Sobre o autor

Jade Petronilho

Jade Petronilho

É jornalista por formação e comportamentalista veterinária por paixão. Desde criança é a "louca dos bichos", por isso resolveu estudar medicina veterinária, etologia e nutrição animal, mas ainda pretende, um dia, fazer zootecnia. Atualmente tem dois cachorros, dois gatos e 13 peixes, mas além de cães, gatos e peixes, também já foi tutora de um coelho, três periquitos, dois porcos da índia, dois pintinhos e três cabritos.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.