Petiscos para cães

A utilização de petiscos para cães é muito comum, e, no mercado pet, existe uma imensa variedade de sabores, formas e tamanhos, o que desperta nos donos de cães a necessidade de escolher o petisco que melhor se adapte ao gosto do seu pet.

Os petiscos para cães não são apenas um agrado, e, por isso, devem ser escolhidos com atenção e oferecidos com responsabilidade. Os cães devem ser alimentados unicamente com ração apropriada à idade e porte do animal, pois esse é o alimento que lhes confere uma dieta balanceada, que contém todos os nutrientes de que eles necessitam. Por tal motivo, petiscos oferecidos em excesso podem desbalancear a dieta do animal, reduzindo o consumo de ração e contribuindo para um desequilíbrio nutricional nos cães e até mesmo, em ganho de peso.

Petiscos para cães - Petlove - O Maior Petshop Online do Brasil

Petiscos para Cães.

Outro fator que merece atenção na oferta de bifinhos e snacks é a forma como esses petiscos são oferecidos aos animais. Frequentemente são empregados petiscos no processo de adestramento, como forma de recompensa, quando o cão faz exatamente o que o adestrador indica. Afinal, é dessa forma que o cão entende que fez algo certo e, por isso, está sendo recompensado. Portanto, os petiscos são muito úteis para ensinar aos cães a forma como devem se comportar em determinada situação. Jamais deve-se oferecer um petisco ao cão quando estiver fazendo algo errado, pois isso reforçará o comportamento negativo. O petisco, assim, deve ser sempre uma recompensa por uma atitude positiva, para ajudar na educação do animal. Por isso, uma boa ocasião para se oferecer petiscos aos cães é no treinamento de obediência, por exemplo, quando faz as necessidades no lugar recomendado.

Para usar os petiscos como recompensa, não é necessário que se ofereça bifinhos ou snacks inteiros, pois isso deixaria o cão ocupado por mais tempo, o que não é o objetivo. O ideal é que ele seja quebrado do tamanho de um grão de ração, o que torna a recompensa rápida e imediata, ajudando o animal a assimilar o petisco à ação que acabou de executar.

É imprescindível que os petiscos sejam de boa qualidade e de sabor agradável ao cão, escolhidos conforme o objetivo do dono. Para treinamento educativo do local correto para as necessidades fisiológicas, é aconselhável escolher os petiscos menores, e deixá-los em algum lugar próximo ao qual se deseja que o animal faça suas necessidades, para, assim, recompensá-lo imediatamente quando o fizer.  Se o objetivo é manter o cão distraído ou utilizar petiscos em brincadeiras, só então o ideal é escolher petiscos maiores, os quais o animal levará mais tempo para comer e passará mais tempo entretido na ação.

Ou seja, os petiscos devem ser utilizados somente como uma forma de recompensar os pets pelos seus acertos, jamais devendo substituir a ração.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

Deixe um comentário