Petlove e Vet Smart apoiam clínicas veterinárias e petshops de bairro

A Petlove, maior petshop online do Brasil, e o Vet Smart, maior plataforma de auxílio na prescrição e educação continuada de médicos veterinários, lançaram recentemente um projeto que tem por intenção auxiliar médicos veterinários e petshops pequenos de todo o Brasil. A ideia é que eles consigam vender produtos por meio da Petlove e, assim, aumentem seus ganhos. 

Os parceiros podem criar um site de venda integrado com a plataforma da marca e divulgar para seus clientes um site próprio (com nome e logo do seu estabelecimento), mas contando com a logística de entrega da Petlove, que já trabalha há alguns meses na criação do projeto.

A novidade teve seu lançamento adiantado por conta das medidas de isolamento social, que acabou pegando muitos médicos veterinários autônomos e pet shops menores de surpresa. Com essa alternativa, eles poderão manter suas atividades e não sofrerem um impacto tão expressivo na economia. “O espírito colaborativo com negócios locais faz parte do nosso DNA e esse projeto é a materialização disso. Por conta do cenário no qual o País está inserido atualmente, decidimos antecipar esse lançamento como forma de fomentar a receita dos estabelecimentos que serão mais atingidos e o projeto já está disponível”, conta Marcio Waldman, médico veterinário e fundador da Petlove.

A divulgação da iniciativa está sendo feita pelo Vet Smart, empresa do grupo Petlove. “Estamos contatando os médicos veterinários cadastrados em nossa base e convidando-os a criarem sua loja virtual vinculada à Petlove. O processo de criação é simples e intuitivo e nossa equipe está disponível para oferecer suporte”, explica Felipe Cunha, CEO do Vet Smart. 

Em nossas redes sociais ou por meio de comentários neste post, clientes Petlove também podem indicar os negócios de bairro que costumam frequentar. O projeto continuará ativo após o fim do isolamento social como forma de alavancar a venda de estabelecimentos menores. “Vender produtos em pequenas lojas ou clínicas, na maioria das vezes, não traz lucro para esses empreendedores locais. Isso porque, em razão do baixo volume de vendas (quando comparado ao de grandes lojas), não é possível comprar os produtos dos fornecedores com boa negociação de preço. Além disso, manter o estoque físico é bastante trabalhoso e requer muito espaço. Por isso, vender através da Petlove será uma boa solução para esses players”, pontua o CEO da Petlove. 

As empresas estudam, ainda, formas de ajudar os estabelecimentos locais a venderem o atual estoque parado de produtos, já que muitos tiveram que fechar suas portas. 

Sobre o autor

Jade Petronilho

Jade Petronilho

É jornalista por formação e comportamentalista veterinária por paixão. Desde criança é a "louca dos bichos", por isso resolveu estudar medicina veterinária, etologia e nutrição animal, mas ainda pretende, um dia, fazer zootecnia. Atualmente tem dois cachorros, quatro gatos e 11 peixes, mas além de cães, gatos e peixes, também já foi tutora de um coelho, três periquitos, dois porcos da índia, dois pintinhos e três cabritos. Hoje, é Coordenadora de Conteúdo Veterinário da Petlove.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.