Pets na pandemia: Hill’s e Petlove divulgam pesquisa

Que muita gente teve que fazer um buraquinho a mais no cinto durante a pandemia não é novidade para ninguém. Mas saiba que tanto cachorros quanto gatos também ganharam alguns quilinhos a mais neste período. É o que diz a pesquisa realizada pela Petlove, em parceria com a Hill’s Pet Nutrition.

De acordo com os dados, 33% dos tutores de cães e gatos notaram um aumento de peso do pet durante o isolamento social. Desse percentual, 5% afirmaram que o filho de quatro patas engordou mais de 3Kg!

Um dos motivos relacionados é o aumento da quantidade de comida oferecida diariamente, já que 13% dos tutores entrevistados disseram que serviram mais ração do que o habitual aos seus pets, enquanto 31% deram mais petiscos.

cachorro sentado próximo das pernas de uma pessoa sentada em uma mesa de jantar

Mudanças comportamentais

Além das gordurinhas a mais, muita gente notou algumas mudanças comportamentais por parte dos cães e gatos. Segundo os dados da pesquisa:

  • 61% dos entrevistados disseram que o pet pede mais carinho
  • 9% notaram o animal mais irritado ou estressado
  • 8% repararam um aumento de apetite
  • 5% observaram o pet mais bagunceiro

A volta para o escritório…

Você e seu pet estão mais apegados e, por isso, está preocupado com o retorno para o escritório em um futuro próximo? Saiba que não é só você: 73% dos tutores entrevistados disseram estar receosos com a volta ao trabalho presencial e 25% estão preocupados com a nova rotina longe do pet.

Por essa razão, de acordo com a pesquisa, 84% dos entrevistados disseram ser a favor de políticas voltadas aos tutores pós-pandemia, como a criação de espaços pet friendly nos escritórios, além da possibilidade de combinar uma rotina de trabalho presencial e remoto.

gato deitado na cama

Como ajudar meu pet?

A gente imagina o quanto será doloroso para você e para o seu pet quando a sua rotina fora do lar se restabelecer. Felizmente, é possível usar algumas táticas para ajudar o seu cachorro ou gato quando você retornar ao trabalho presencial.

A seguir, veja seis dicas de como preparar seu pet para voltar à sua rotina antes da pandemia:

  1. Tente sair em alguns momentos de casa e vá diminuindo a atenção que dá ao pet de forma gradativa.
  2. Enriqueça o ambiente no qual o pet passa a maior parte do tempo.
  3. Estabeleça horários para as refeições e passeios.
  4. Utilize produtos para deixar o pet mais tranquilo no momento da “separação”.
  5. Quando estiver de saída ao trabalho, encare o momento como uma simples despedida para o pet não se sentir triste e sozinho.
  6. Evite momentos de agitação e euforia ao sair e ao retornar.

Todas essas dicas foram retiradas dessa nossa outra matéria, que fala sobre como para preparar o pet para voltar à sua rotina antes da pandemia.

Lembre-se: é extremamente importante que você faça esse trabalho de preparação antes de voltar ao escritório. Afinal, o isolamento social foi um período difícil tanto para nós quanto para os pets, que se acostumaram a não ficar mais sozinhos no dia a dia.

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Gabriel Arruda

É Jornalista, apaixonado por pets e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.