Por que os gatos vomitam bolas de pelo?

Os pais de primeira viagem de gatos costumam ficar assustados quando veem o bichinho vomitando bolas de pelo, principalmente pelo barulho da tosse que costuma ser emitido durante o processo. Mas, afinal, por que os gatos têm esse hábito?

Que os peludinhos são um dos animais mais preocupados com a própria higiene isso já é sabido, por isso eles vivem se lambendo. O processo, além de servir como banho, tem uma função calmante, pois estimula no gatinho a produção de endorfina, conhecido como hormônio do bem-estar.

Acontece que nesse processo de limpeza e bem-estar, a língua do gato funciona como uma lixa ou escova, por conta de suas papilas filiformes, que varrem os pelos soltos diretamente para o estômago, e lá, na maioria das vezes, acabam se misturando com restos de alimentos e secreções gástricas formando a famosa bola de pelos ou na linguagem técnica o tricobezoar.

Quando se preocupar?

Dentro da normalidade, essas bolas de pelo são eliminadas naturalmente – você as encontrará nos vômitos ou na hora de limpar a caixinha de areia do animal. Porém, em algumas situações, esse acúmulo de pelos se torna excessivo e volumoso, podendo levar a casos de úlcera, gastrite e até obstrução intestinal. Em situações extremas é necessário fazer lavagem intestinal ou até mesmo cirurgia para retirar esse corpo estranho do gato.

Como eu faço para evitar a bola de pelo?

Um conjunto de medidas vai ajudar bastante para que você e nem o seu pet passem por surpresas desagradáveis. Como não dá pra evitar que o animal haja contra sua natureza e pare definitivamente de se lamber, anote e pratique as cinco dicas abaixo, que nós preparamos com a ajuda da Doutora Lissabele Helena Maluf, Médica Veterinária Clínica de Pequenos Animais, especializada em felinos, e colaboradora do projeto Posso Ajudar? – consultoria on-line exclusiva para os Assinantes Petlove.

1 – Ração de qualidade: Uma excelente ração com grande quantidade de fibras é capaz de limitar a formação de bolas de pelo e facilitar a evacuação. Algumas, inclusive, contêm compostos que auxiliam no controle de tricobezoares. A ração Hills Science Controle de Bolas de Pelo e a Three Cats Super Premium Frango são algumas sugestões.

2 – “Graminha” para gatos: Elas são ricas em fibra, ajudam no funcionamento intestinal e é muito útil para animais de apartamento que não tem acesso a jardins. Na nossa página você encontra a Graminha Ipet Green Digestive Grass, que chegará rapidinho na sua casa.

3 – Escovação regular: Ajuda a eliminar os pelos mortos que seriam ingeridos pelo gato, nos casos dos bichinhos de pelo mais longo, como os persas, a escovação diária é recomendada. A Escova Furminator é excelente para o uso do dia a dia. 

4 – Tosa: Nos animais de pelo longo a tosa é indicada nos períodos de maior queda, ou a cada trimestre. A doutora Lissabele lembra, no entanto, que a cabeça e a cauda do bichinho devem ser preservadas.

5 – Suplemento e petiscos: Além das sugestões acima, o uso de suplementos e certos petiscos são indicados para ajudar na lubrificação da bola de pelo, ajudando na sua eliminação. Que tal experimentar o Suplemento Mundo Animal Cat & Co. e os Petiscos Magnus Cat Recheados Hair Ball?

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

3 Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.