Características do dachshund

O corpinho longo, as patinhas curtas, as longas orelhas caídas e seus olhos grandes e curiosos tornam o cachorro da raça dachshund um dos mais encantadores e com o maior número de fãs no mundo. Aliás, não é à toa que esses animaizinhos se tornaram os preferidos na América.

Mas os salsichas vão muito além dessas características tão marcantes. A raça esconde outros encantos, que tornam esse animal uma excelente escolha para quem quer um bichinho companheiro, inteligente e sempre pronto para boas brincadeiras.

Está pensando em adotar um cachorro dachshund, mas não tem muitas informações sobre a raça? Esse texto é exatamente para você. Reunimos aqui tudo o que você precisa saber antes de levar um desses pequenos para sua casa.

História

A raça dachshund, teckel, ou salsicha para os íntimos, surgiu há mais de cinco mil anos, quando começaram a aparecer os primeiros registros sobre os cachorros baixinhos e de perninhas curtas, que adoram cavar.

As primeiras imagens do cachorro dachshund apareceram em um livro de gravuras lançado em 1561, mas o primeiro registro oficial da raça foi feito apenas  em 1888,na Alemanha.,.

O nome dachshund (cão texugo), aliás, reflete algumas de suas características: agilidade, resistência, olfato apurado e tamanho reduzido.

Os pequeninos começaram sua viagem pelo mundo no século XIX, quando foram levados para a Inglaterra, onde passaram a integrar a côrte. Em 1879 foram importados para os Estados Unidos. Por aqui, chegaram com os colonizadores europeus.

Características

O dachshund pelo duro, assim como os outros animaizinhos dessa raça, ganhou o apelido de salsicha graças ao seu visual. Os dachs são baixinhos, compridos, têm o peito em formato de barril e as pernas bem curtas.

Quando adultos, os cães desta raça pesam entre sete e onze quilos e seu comprimento varia entre 35 a 30 centímetros.

Seus pelos podem ser brancos, com manchas pretas ou castanhas, vermelhos, pretos, malhados ou pretos com bronze. Os pelos são soltos, suas orelhas são caídas e compridas e seus olhos têm tamanho médio e formato oval.

Temperamento

O cachorro da raça dachshund é corajoso, independente e bastante protetor. Os salsichas são ótimos para quem procura companhia e vive em lugares pequenos. Além de muito amigáveis, eles aprendem rápido hábitos de higiene ensinados por seus humanos.

Muito carinhoso, esse cãozinho se relaciona muito bem com crianças e adultos. Mas, como é bastante ligado a seus humanos, costuma ser um pouco ciumento com aqueles que mais ama.

Seu comportamento é um pouco diferente também de acordo com sua pelagem. Os salsichas de pelo liso são mais sociáveis. Já o dachshund pelo duro é o mais agitado. Para ele, roubar um rolo de papel higiênico ou sequestrar e roer o sapato de seu pai é uma excelente brincadeira.

Outra característica no temperamento dos pequenos é sobre os latidos, que são bastante estridentes e frequentes. Apesar de ser bastante comunicativo, o salsichinha é brincalhão durante toda a sua vida, e convive bem com outros animais, até mesmo cachorros do mesmo sexo.

Cuidados com a raça dachshund

Os dachshund têm tendência a desenvolver dermatite. Para evitar isso, a recomendação é que os banhos sejam dados apenas quando necessário. Outro problema que pode afetar esse bichinho são problemas de coluna, por causa de sua baixa estatura.

Para evitar o surgimento de qualquer um desses problemas, é importante evitar que o cãozinho salte de lugares altos e ande em pisos escorregadios.

A obesidade é outra doença que pode afetá-lo. Para evitar que o seu cachorro dachshund ganhe muito peso é importante controlar a quantidade de comida oferecida ao animal. Deixe-o comer apenas a quantidade correta de comida.

É importante também exercitar sempre seu salsicha, para deixá-lo feliz e impedir o ganho de peso excessivo. Aqui, é importante passear com o bichinho diariamente, em sua própria rua ou em uma praça próxima.

Adestramento

Como o cachorro da raça dachshund pode ser um pouco teimoso, é importante que os pais adestrem o bichinho desde cedo, não só para que ele entenda que você lhe dá os comandos e ele precisa obedecer, mas também para controlar a energia que ele possui.

Esse treinamento deve ser feito com muita firmeza, mas muito carinho, sem intimidar o animal. Ofereça também brinquedos para que ele se distraia durante o período em que estiver sozinho em casa para evitar que desconte sua energia em objetos e móveis

Sobre o autor

Matilha Petlove

Matilha Petlove

Deixe um comentário