Características do Dogue de Bordeaux

Um papel principal no filme de Hollywood Uma dupla quase perfeita, com Tom Hanks, em 1989, fez com que o Dogue de Bordeaux se tornasse internacionalmente famoso. Leal, seguro de si e territorial, a raça exige muito treinamento e socialização.

Foto: Reprodução/Trailer Uma dupla quase perfeita

Quem procura um competente vigilante e um companheiro em um único cão encontra no Dogue de Bordeaux. Mas ele não é um mascote para qualquer pessoa. Uma vez adulto, fica grande demais para ser controlado por pais de primeira viagem.

Pacífico, submisso e amistoso são adjetivos que traduzem bem o temperamento destes cães. Atentos, eles sempre querem saber o que está acontecendo ao seu redor. Também são muito leais e afetuosos com a família. Com toda a certeza os grandalhões protegerão as pessoas de casa contra malfeitores e guardarão naturalmente o lar. Geralmente os Dogues desconfiam de estranhos, mas, se os pais derem o aval, eles rapidamente se enturmam e viram os “melhores amigos” da visita.

A raça é conhecida por sua cabeça enorme e pela alta estatura – geralmente chegam aos 68 centímetros e podem pesar até 50 quilos. Apesar de ser enorme, o Dogue se adapta muito bem à vida no apartamento, mas precisará de uma boa rotina de atividades físicas. Caso não gaste totalmente sua energia, ele poderá desenvolver um comportamento destrutivo, o que não é nada bom para quem tem um “peludão” desse dentro de casa.

Sobre o autor

Gabriel Arruda

Gabriel Arruda

É estudante de Jornalismo, apaixonado por animais e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.