Catarata em cachorro

As principais causas de cegueira em cachorro são catarata, catarata por diabetes, uveíte (inflamação da câmera anterior do olho), glaucoma (aumento de pressão intraocular), porém existem outras doenças oculares ou sistêmicas (como a doença causada pelo carrapato) que também podem causar diminuição da acuidade visual ou cegueira em cachorro. A cegueira em cães pode ser abrupta ou progressiva, no caso da cegueira abrupta os sinais são mais fáceis de serem percebidos, no caso de uma deficiência visual progressiva os sinais no inicio são muito sutis, como diminuição da movimentação, dificuldade em subir ou descer escadas, dificuldade em subir ou descer do sofá ou de camas, bater a cabeça nas portas, etc. A médio prazo o animal, seja em cegueira abrupta ou progressiva, se adapta pois consegue decorar os locais dos moveis e os obstáculos, se movimentando sem dificuldade. Iremos explicar as mais comuns:

Catarata:

Catarata é a opacidade do cristalino, a principal causa é a genética ou hereditária, principalmente em algumas raças como poodle e cocker spaniel, porém pode acometer qualquer raça de cachorro ou mesmo os cães sem raça definida.

Cristalino é a lente de acomodação visual no olho do cachorro, a imagem tem que passar pelo cristalino (que como o nome já indica é totalmente translucido em condições normais) e chegar a retina onde a imagem é decodificada em sinais que chegam ao cérebro do cachorro. Se ocorre uma opacidade do cristalino menor quantidade de imagem chegará a retina dos cães, levando a cegueira ou a diminuição da acuidade visual. O proprietário pode desconfiar de catarata quando percebe uma cor anormal apos a iris (menina dos olhos) do cachorro, e o veterinário especializado em oftalmologia é a melhor pessoa para fechar um diagnóstico a respeito. Em alguns casos a cirurgia é a unica forma de resolução do quadro.

Catarata por diabetes:

A catarata pode ser causada por varias doenças sistêmicas, a mais comum é a diabetes mellitus. A diabetes se caracteriza por um acumulo de glicose na corrente sanguínea, esse acumulo de glicose leva a retenção de líquidos, porem dentro do globo ocular a glicose é transformada em sorbitol que causa a retenção de liquido. Geralmente o aparecimento da catarata nesse caso é abrupta e a remoção cirúrgica é o tratamento de escolha desde que a diabetes esteja totalmente controlada nos últimos 3 meses.

Se você gostou do post compartilhe com os seus amigos!

Dr. Márcio Waldman – Médico Veterinário

Diretor e fundador do www.petlove.com.br

Crédito foto:

Site Pixabay – http://pixabay.com/en/dog-eyes-person-puppy-animals-202742/

 

Sobre o autor

Dr. Marcio Waldman

Dr. Marcio Waldman

Medico veterinário, diretor e fundador do www.petlove.com.br. Formado em 1988 pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP e pós graduado em latu sensu em odontologia veterinária, foi secretário geral da Anclivepa SP (associação nacional de clínicos veterinários de pequenos animais) e sócio fundador do Simpavet (sindicato patronal dos médicos veterinários). Atuou como clínico veterinário de pequenos animais de 1988 a 2005 em São Paulo, e em 2005 terminou a atividade na clinica para se dedicar exclusivamente ao Pet Love.

2 Comentários

    • ola margareth

      O ideal seria você consultar um veterinario generalista, ou um especializado em oftalmologia, existem algumas doenças oftalmologicas que podem causar a cor azulada no olho e nem sempre é catarata. A boa noticia é que com os avanços da oftalmologia veterinária a grande maioria das doenças oculares podem ser controladas ou curadas, por isso é importante que você tenha um bom diagnóstico do seu cachorro.

      Abrs

Deixe um comentário