O que é a categoria Premium Especial de rações?

Quem é pai ou mãe de pet há mais tempo, vai recordar que antigamente não havia classificação das rações (pelo menos entre os consumidores). Basicamente, a gente entrava na lojinha do bairro, escolhia a ração a granel, perguntando a marca do produto, e oferecia o alimento aos nossos peludinhos sem grandes preocupações.

Deste tempo para cá, bastante coisa mudou, principalmente o nosso cuidado com os pets.  O modelo de compra, por exemplo, trouxe muito mais facilidade, permitindo que a gente deixe programado o recebimento da ração em casa quando desejar (como acontece na Assinatura Petlove), já a ciência transformou o alimento mais tradicional de cães e gatos em verdadeiras refeições completas.

Racao-premium-special-Petlove

Rações Premium Especial

Falta ainda no Brasil uma regulamentação em relação à classificação das rações comercializadas, então ainda é comum encontrar termos diferentes estampados nos rótulos dos produtos. De modo geral, hoje as rações para pets são classificadas como super premium, premium ou standard.

Os clientes da Ração Nutrilus Pro para cães adultos, considerada premium especial, vão então perguntar em qual categoria ela poderia se enquadrar. A resposta é: na categoria premium! O termo “especial” fica por conta do cuidado na elaboração de cada grão contido nas embalagens.

As proteínas de alta qualidade, a boa dosagem de vitaminas e minerais e a preocupação em oferecer uma refeição completa e equilibrada aos cães – sem adição de corantes – são alguns dos motivos da Nutrilus classificar a sua ração como “especial”.

Vale lembrar que é sempre muito importante consultar o seu médico veterinário de confiança quando o assunto for a alimentação do seu cachorro, afinal, é ele quem o acompanha e conhece o histórico do seu peludo.

Se os tempos são outros e você sabe bem que uma boa alimentação garante não só mais saúde ao seu pet, assim como pelagem mais macia e brilhante, menor odor das fezes, mais disposição e menos riscos de doenças, então nada de abrir mão de oferecer alimentos de boa qualidade ao seu filho de quatro patas, não é mesmo? 😉

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e que não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.