Como saber se o cachorro esta com dor

Talvez em algum momento você já tenha pensado como descobrir se o seu cachorro está com dor ou com algum desconforto. É um pensamento bem normal entre pais  de pets!

Os cachorros são bem mais resistentes aos quadros de dor do que os humanos e nem sempre demonstram quando estão doentes ou com dor, pois isso pode ser bem complicado saber se estão com algum problema de saúde. O ideal é estarmos sempre atentos e prestarmos bastante atenção em alguns sinais que podem dar.

É necessário entender que por terem maior resistência à dor, os cachorros já podem estar com um grau de desconforto entre moderado e grave.

Sinais que o cachorro está com dor

Os cachorros normalmente apresentam alguns sinais quando estão doentes ou com dor. Analisá-los diariamente é uma opção para identificar alguns desses indícios. Alguns cães podem se tornar agressivos quando estão com dor, por mais dóceis que sejam. Este comportamento é compreensível e normal e deve ser levado em consideração na hora de levá-lo ao médico veterinário. Na maioria dos casos, quando apresentam alguma dor abdominal, por exemplo, pode-se notar uma postura arqueada e dificuldade para se movimentar.

Dores articulares também podem ser um problema aos pets mais ativos. Por estarem sempre saltando e brincando, quando acometidos por esse tipo de dor essas atividades podem ser limitadas ou deixadas de lado.

Outros sinais bem comuns que podem sugerir dor é a falta de apetite. Assim como nós, os pets quando sentem dor podem deixar de se alimentar ou ingerir água. Fique atento!

É muito importante analisar bem o comportamento do seu cachorro e, a qualquer sinal diferente, levá-lo para uma consulta com um médico veterinário.

Sobre o autor

Gabriela Azevedo

Gabriela Azevedo

Formada em design gráfico e cursando medicina veterinária, profissão que herdei paixão graças ao meu pai. Catlover e apaixonada pelos meus 6 gatinhos (Tchantcham, Drake, Josh, Marie, Maysa e Cara Preta -in memoriam- ♥) e pelos pets agregados que fazem parte da minha vida (todos os que encontro. bem doida dos bichos!).

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.