Coton de Tulear: conhece essa raça?

Já deixei bem claro por aqui que sou uma mãe extremamente coruja, certo? Por isso, nada mais justo do que fazer um post falando um pouco sobre a raça da minha filha. A Sunny é um Coton de Tulear, já ouviu falar? Apesar do nome frescurento, o Coton é um cachorro doidinho e não tem tempo feio para eles (preparem-se para muitas fotos da minha filha hehehe).

Origem do Coton de Tulear

Os Cotons originais vieram da África, mais especificamente da região de Tulear, em Madagascar (♫ eu me remexo muito ♫). Eram cães reais e por muito tempo só quem pertencia à nobreza podia ter um Coton, eram chamados “Cão Real de Madagascar”.

Não se sabe muito sobre a história dessa raça. Acredita-se que cachorrinhos sobreviveram à um naufrágio e chegaram nadando até Madagacar, acasalando com cachorros da região e se estabelecendo como uma raça pelos locais. Mas não existem documentos que comprovem essa teoria.

 

Características do Coton de Tulear

Como eu gosto de dizer, eles são curtos! Os Cotons possuem as perninhas curtas e patas redondas para sustentar o corpo. A Sunny tem até a patinha “torta” para dar o equilíbrio certo (eu morro de amores).

Apesar disso, eles adoram correr e isso exige certo cuidado. Subir e descer escadas ou móveis pode ser fácil no começo da vida deles, mas depois começa a ficar perigoso, já que forçam demais o joelho e os ombrinhos. Por isso é bom acostumá-lo desde bebê a usar rampinhas para subir e descer do sofá, por exemplo.

Pelagem do Coton de Tulear

O nome da raça já da uma ideia de como é a pelagem deles: coton = algodão. O pelo deles é macio e branquinho como algodão. Inclusive, quando eles tomam banho, a textura do pelo fica parecendo algodão molhado mesmo.

A cor predominante é branca, mas podem ter manchinhas pretas, marrons ou mais avermelhadas. Quando filhotes essas manchinhas são mais fortes e conforme vão crescendo elas vão se espalhando dando espaço para o branco.

O padrão da raça é deixar os pelos longos, mas geralmente no verão nós fazemos a tosa bebê na Sunny que fica muito fofa também!

Uma curiosidade: eles não soltam pelos!! Isso mesmo, apesar de terem muuuito pelo, por serem longos e fofos, os pelos mortos acabam ficando presos no corpinho deles, o que evita aquelas bolas de pelo rolando pela casa. No entanto, isso implica em uma escovação praticamente diária e banho uma vez por semana.

Temperamento do Coton de Tulear

Brincalhões. Essa é a palavra que define os Contos. Eles não vão cansar de brincas, NUNCA!! Especialmente se estiverem com seu brinquedo favorito. No caso da Sunny ela possui um sério vício em bolinhas e, enquanto você estiver chutando uma bolinha, ela estará correndo atrás dela.

O Coton de Tulear é extremamente sociável e amável. Super apegado ao dono, gosta de dormir pertinho, ganhar carinho e precisa sempre ter seu dono à vista. Ama crianças e outros cachorros.

Apesar de a personalidade do cachorro estar associado à sua raça, vale lembrar que ela também será muito influenciada pelo temperamento da casa e a forma como foi criado. No caso da Sunny, nós não acostumamos ela desde bebê ao convívio com outros animais, por isso ela não curte muito brincar com outros cachorros. Quanto a crianças, ela tem um pouco de medo delas. Mas nunca é agressiva!

Eles costumam latir bastante, tenho que confessar. Mas como são muito inteligentes e fáceis de educar, com um pulso mais firme e uma chamadinha de atenção eles aprendem a hora certa de parar com o barulho.

Saúde do Coton de Tulear

Essa é uma raça muito saudável no geral. Os cuidados com o joelho e o ombro são o principal fator do qual você deve ter atenção, pelos motivos que citei lá em cima.

Por serem predominantemente brancos, eles podem, ocasionalmente, apresentar problemas de pele (sim, cachorros brancos têm maior tendência a desenvolver problemas de pele). A Sunny é alérgica a proteína animal, o que desencadeia feridinhas pelo corpo. Mas com a ração certa, ela está 100%.

No entanto isso não é uma regra, minha família teve dois cachorros e os dois tinham alergia de pele, então acho que faz parte da tradição aqui de casa hahahha.

 

Em resumo se você tiver m Coton de Tulear em casa eu posso te garantir que sua vida nunca mais será a mesma, vai mudar para melhor. Essa raça é ate mesmo considerada terapêutica por estar sempre alegre e cheia de vida. Amor em forma de bolinha de algodão ♥.

Sobre o autor

Bruna Cela

Bruna Cela

Publicitária e aspirante a empresária. Mãe coruja da Sunny, daquelas que posta mil fotos no Instagram (como essa aí de cima). Ama tudo o que é relacionado a arte e a escrita é sua melhor ferramenta de expressão. Conversa com todos os pets que encontra pelo caminho e jura que, na maioria das vezes, eles respondem.

2 Comentários

  • Oi Bruna, essa raça é tudo de bom mesmo. Em 2008 conheci a raça e comprei a Tuli, depois vieram os filhotes , que acabamos ficando com dois e agora temos a neta. Uma grande matilha de cottons!!
    Pelo que sei, os bichons maltês chegaram a Madagascar em navios mercantes e cruzaram com os cães locais originando essa raça. São também caçadores de pequenos animais. A Tuli caçava mosca, não perdia uma!!
    Adorei conhecer a Sunny!!
    Grande abraço
    Tereza

    • Oi Tereza!! Que legal ler isso. É difícil encontrar quem conheça essa raça, né? O nome é cheio de frescuram mas eles são uns maloqueiros! A Sunny também adora caçar uns besourinhos hahahhahaha. Quando puder nos mande uma foto da sua matilha de Cottons!! Vou amar conhecê-los!!
      Um beijos!! s2

Deixe um comentário