Halloween: mantenha os doces longe do seu pet

O Halloween, também conhecido como Dia das Bruxas no Brasil, é comemorado com muitas guloseimas e fantasias divertidas. É comum que os pais de pet queiram festejar junto ao cachorro ou gato, mas a famosa frase “Doces ou Travessuras” deve ser usada apenas pelas crianças, os pets precisam ficar longe dos doces e te explicaremos o porque a seguir.

Halloween - Petlove

Nos Estados Unidos, onde o Halloween acontece de forma mais intensa, em todo território nacional existe uma instituição chamada Pet Poison Helpline (Emergência para pets envenenados). Na semana que acontece essa comemoração, as ligações para a empresa aumentam em 12%, sendo a época do ano mais crítica para esse tipo de ocorrência.

O motivo de toda essa agitação é presuntivo, pois não só as bruxas estão soltas nessa data, mas uns dos maiores inimigos dos pets também: os doces. E são doces de todos os tipos como chocolate, balas, pirulitos, uvas-passas, entre outros. 

Por que os doces fazem mal aos pets?

Que o chocolate pode ser tóxico aos pets, a maioria das pessoas já sabe, mas vale a pena reforçarmos o porquê. Quanto mais amargo o chocolate for, mais perigoso ele será, pois há maiores quantidades de teobromina, a substância vilã que pode intoxicar os cachorros e gatos. Ainda assim, nenhum tipo de chocolate deve ser ofertado aos pets.

Os outros doces, como balas e pirulitos, possuem uma grande quantidade de açúcar que compromete a saúde dos animais. Além disso, muitos cachorros não pensam duas vezes, engolem o alimento inteiro, até mesmo com a embalagem. Nesses casos, podem ocorrer obstruções que normalmente necessitam da intervenção rápida de um médico veterinário.

Há ainda os doces sem açúcar que possuem xilitol, usado em chicletes e balas de goma. Essa substância, assim como a teobromina, é tóxica e perigosa para os pets, podendo causar baixo nível de açúcar no sangue (hipoglicemia) e ainda desencadear uma insuficiência hepática. 

Principais sinais de intoxicação por alimentos em cães e gatos:

  • Vômito.
  • Diarreia.
  • Agitação.
  • Apatia.
  • Maior ingestão de água.
  • Em casos graves, convulsões.

Todas essas consequências assustam, mas podem ser evitadas. Mantenha todos os possíveis perigos longe do alcance dos peludos, as lixeiras em locais altos e os doces recebidos em um lugar de difícil acesso. Se quiser que seu pet participe da festa, confira nossas receitas caseiras especiais para o halloween. 

Sobre o autor

Beatriz Mario

Beatriz Mario

Graduanda em Medicina Veterinária, sonho que tenho desde de criança, hoje sou conhecida como a louca dos gatos, mas nas horas vagas sou a louca dos bichos também, sem distinção. Tenho 10 lindos gatinhos resgatados e meu propósito é poder ajudar o máximo de pets possível (E seus pais e mães humanos escrevendo aqui no blog).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.