Icterícia em Cães e Gatos

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a icterícia não é uma doença e sim um sinal clínico que o pet pode apresentar quando está doente. Para entender melhor sobre os problemas de saúde que levam o bichinho a um quadro de icterícia, é importante entender o que é isso. Há uma substância no organismo animal chamada de bilirrubina que surge a partir da degradação da hemoglobina (sangue), que continuamente cai na corrente sanguínea para ser eliminada junto com a urina. Se por algum motivo essa substancia não é eliminada adequadamente, ela se acumula no organismo e deixa o pet com a pele e as mucosas amareladas devido à cor da bilirrubina, que é amarela.

 Alguns direitos reservados por Perla di Danae

A icterícia é provocada quando a bilirrubina, que é amarela, não é eliminada adequadamente do organismo animal, deixando-o com a pele amarelada também.

Há diversas doenças que podem levar o bichinho a ficar com a pele amarelada e na maioria delas o tratamento é bastante complicado, então se algo assim for notado pelo dono, é necessário que ele corra imediatamente para o médico veterinário. A icterícia pode ser causada por uma bactéria, cirrose hepática entre outros motivos, mas independente da suspeita o animalzinho precisa de cuidados médicos de imediato.

Dentre as doenças infecciosas que causam esse problema na pele dos pets está a leptospirose, uma doença muito conhecida e perigosa para animais e humanos. Algumas pessoas a chamam de doença do rato, pois a bactéria que a causa é transmitida através da urina de roedores contaminados. A leptospirose ataca rim e fígado do cachorrinho e o deixa bastante doente, com propensão a febre, falta de apetite, apatia, vômitos, desidratação (que consequentemente o faz urinar e beber muita água), e principalmente ficar todo amarelinho devido ao mau funcionamento do rim.

Os gatos não costumam apresentar quadros de leptospirose, mas podem ter micoplasmose felina, causada por um microrganismo que parasita células sanguíneas, ou então outra doença chamada platinosomíase ou doença hepática dos gatos. Esta última é causada por um parasita que causa obstrução em algumas partes do organismo, não permitindo que a bile seja eliminada corretamente. O pet pode exibir sinais clínicos visíveis como falta de apetite, tristeza sem causa aparente, vômito, diarreia e icterícia, além de cirrose, que torna o quadro muito grave.

Para evitar que os cães e gatos sofram com esses problemas, é necessário deixá-los sempre com a vacinação em dia, assim como priorizar uma boa ração com vitaminas e suplementos  adequados e de excelente qualidade, como as premium e super premium. Recomenda-se também visitas ao médico veterinário para fazer checkup periódicos ou sanar dúvidas sobre qualquer alteração aparente no peludo, pois quanto antes o tratamento for iniciado maiores as chances de cura e menor o sofrimento do amiguinho de quatro patas.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

5 Comentários

  • Meu cão está mal há 2 semanas. Levei ao veterinário e foi constatado que ele estava com infecção de urina. Após 7 dias de antibiótico ele amarelou todo, e levei novamente ao veterinário que falou que ele estava com icterícia. Ele esta tomando outro antibiótico chamado DOXITRAT, 1 comprimido ao dia por 16 dias e um remédio para o fígado chamado MERCEPTON oral, 20 gotas na parte da manhã e 20 a noite. ELE TA MUITO MAGRINHO, POIS SEGUNDO A VETERINÁRIA A INFECÇÃO E O TRATAMENTO CAUSA MAL ESTAR. Ele esta com vômito, muito xixi e bem amarelo, e não está comendo nada. Espero que ele melhore ! Já estou desesperada.

    • Eu estou tratando um gato dessa doença e agora acredito que estou no caminho certo, o vet passou Ursacol, é humano, caro mas tá resolvendo, também o promuncat pra aumentar a imunidade e o hepvet estão resolvendo o ptoblema do meu que já me preocupou muito. Boa sorte!

    • Oi Lorrayne, seu cão melhorou? O tratamento deu certo?
      estou com um cão também com os mesmos sintomas e não encontro uma medicação definida para o tratamento.
      Obrigado.
      Rodolfo

  • Minha cachorrinha está com icterícia, devido a um problema no fígado que apareceu em 2 meses, ela fez exame de sangue para retirada dos tártaros e os exames estavam ótimos,agora do nada ela deu alteração nas taxas, será q é intoxicação ou bactéria?

Deixe um comentário