Controle de Alergias

As alergias ocorrem quando o organismo de um animal começa a tratar um alimento ou substância como algo nocivo se ingerido ou em contato com o corpo. Essa informação é mandada para o sistema imunológico, responsável pela defesa do organismo, que pode reagir mal aos mais diferentes produtos e às mais diversas alimentações que se pode imaginar.

Quando é notável que um pet está sendo incomodado por uma coceira intensa, que deixa sua pele toda vermelhinha e que em alguns casos faz até pelo cair, pode ser uma alergia, como a “Dermatite Alérgica a Picada de Pulgas (DAPP)”, muito comum nos cães. Há uma substância na saliva da pulga que causa muita coceira, além de queda nos pelos nas costas até a cauda do bichinho, que fazem um estrago feio na pele do pet.

Para descobrir que tipo de alergia o cachorrinho ou gatinho têm, o médico veterinário pedirá uma série de exames, pois outras razões também podem causar problemas de pele, como fungos, bactérias e parasitas. O profissional solicitará testes alérgicos e hemogramas (exame de sangue), para tentar descobrir a razão deste mal, já que tanto o dono quanto o pet estão aflitos para acabar com essa coceira toda.

Após descobrir a causa da alergia, que não é fácil, o médico veterinário irá orientar o tratamento adequado. Por exemplo, se a causa da alergia for picada de pulgas, o pet e o ambiente em que ele vive precisarão passar um controle rigoroso para que esse inseto seja erradicado de ambos. Há diversos antipulgas e carrapatos que podem ser receitados pelo profissional com excelentes resultados. Se a alergia está sendo causada pela alimentação, a dieta do bichinho deve ser substituída por uma nova ração que não agrave a saúde dele. Junto a isso, há alguns medicamentos como antialérgicos ou alguns tipos de imunoterapias que podem ser receitados para o pet.

Cada tipo de alergia tem um tratamento específico e caberá apenas ao médico veterinário indicar qual é a mais eficaz para o animal. É importante lembrar que nunca deve ser dado um medicamento sem a orientação de um veterinário, pois um remédio administrado de maneira errada pode prejudicar o pet.

Seguindo tudo o que for passado para o tratamento, assim como a devida prevenção, a alergia estará longe do animal. A prevenção se dá por oferecer uma ração excelente, como as premium e super premium, tapetes higiênicos ou areia e brinquedinhos de qualidade livres de produtos tóxicos para os peludos, garantir a limpeza de ambientes e de comedouros e bebedouros, assim como dar banho e tosa ou escovação para assegurar uma pelagem livre de agentes causadores da alergia.

Sobre o autor

Bruno Oliveira

Deixe um comentário