Incontinência urinária em cadelas castradas

Ao perceber que sua cachorra está fazendo xixi fora do lugar ou durante o sono, não pense que ela desaprendeu a utilizar o tapetinho higiênico, isso pode ser um sinal de incontinência urinária, um problema que é relativamente comum em cadelas castradas. Algumas pesquisas mostraram que uma a cada cinco cadelas esterilizadas podem sofrer com essa condição e, por isso, é importante que os pais de pet entendam sobre o assunto.

O que é incontinência urinária e por que acontece após a castração de fêmeas?

A incontinência urinária é caracterizada pela incapacidade da pet em controlar a saída da urina, o que pode ser desencadeado por uma série de motivos. No caso da castração, a incontinência acontece devido a alterações hormonais, principalmente do estrogênio. Após a remoção dos ovários, os níveis de estrogênio estão baixos, o que pode fazer com que o músculo que controla a saída da urina (esfíncter uretral) relaxe involuntariamente, causando a incontinência urinária, pois ele depende do hormônio para atuar corretamente. 

O problema é mais comum durante o sono ou repouso da cadela, já que é um momento em que ela está relaxada e a urina tende a vazar contra sua vontade. Um estudo mostrou que a incontinência urinária após a castração se desenvolve em uma média de dois anos e 10 meses depois do procedimento. Porém, nem todas as pets castradas são afetadas com o problema – já que as glândulas adrenais também produzem estrogênio (e não apenas os ovários).

Sinais de incontinência urinária em cadelas

Os primeiros sinais que você pode notar caso a pet esteja com problema em controlar o xixi são cantos aleatórios da casa com urina, caminhas e patas molhadas e em alguns casos pode-se observar um gotejamento, lambedura na região genital e sinais de desconforto ou mudanças de comportamento. Caso sua cadela tenha urinado em um local inadequado logo após a castração, pode ser o efeito da anestesia e geralmente é algo transitório. Entretanto, se isso acontecer mais vezes, mesmo que o efeito anestésico já tenha passado, é muito importante que você leve sua pet ao médico veterinário.

Qual é o diagnóstico e tratamento para o problema?

Ao notar qualquer um dos sinais mencionados acima, é de extrema importância que você leve sua cadela ao médico veterinário para realizar exames (como de urina e de sangue) e fazer o diagnóstico do problema. Se constatada a condição de incontinência urinária devido a castração, o profissional irá indicar o melhor tratamento para cada caso.

Infelizmente, não há como prever se a cadela pode ter incontinência urinária após a castração, mas sabe-se que há uma predisposição associada à obesidade, genética e idade. É importante salientar que a castração é um procedimento que oferece diversos benefícios, tanto para questões sociais, evitando a superpopulação de cães e gatos, pets abandonados e ninhadas indesejadas, quanto para a própria cadela, pois evita problemas como tumores de mama e piometra.

Se você não for um criador legalizado, o mais recomendado a se fazer é castrar seus pets. Converse com o médico veterinário caso tenha dúvidas sobre o procedimento, o profissional é a melhor pessoa para te aconselhar. Lembramos que a incontinência urinária em cadelas pode acontecer por diversos motivos e não somente pela castração, por isso é tão importante fazer o acompanhamento correto.

Sobre o autor

Beatriz Mario

Beatriz Mario

Estudante de Medicina Veterinária, sonho que tenho desde criança, cresci com gatos e hoje sou uma felícia assumida. Tenho dois felinos resgatados: o Frodo e o Bilbo, que são considerados meus filhos de pelo. Meu propósito de vida é ajudar o máximo de pets possíveis e fazer com que eles fiquem mais felizes e saudáveis escrevendo para o blog da Petlove.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.