O que fazer se for mordido ou arranhado por um gato?

É inevitável ver um lindo gatinho passando e não fazer um carinho nele, não é mesmo? Porém, infelizmente, por mais que sejam bastante amigáveis, os felinos podem morder ou arranhar qualquer pessoa, seja da família ou não, e muitas vezes isso ocorre até mesmo na hora da brincadeira. Então, alguns cuidados sobre arranhão ou mordida de gato devem ser levados em consideração.

Para quem não sabe, os gatos possuem um senso elevadíssimo de proteção, uma vez que além de predadores, também são presas na natureza. Mas, embora já não estejam mais na vida selvagem, eles ainda carregam esse instinto protetivo junto ao alto nível de sensibilidade ao estresse. Seus instintos muitas vezes fazem com que eles não aceitem carinhos em determinados locais, como na barriga, por exemplo. Que pai ou mãe de gato  nunca levou um arranhão com as patas de trás ao tocar na região?

mordida-de-gato-o-que-fazer-petlove

Apesar de não ser habitual, acidentes podem acontecer e precisamos saber o que fazer quando alguém é mordido ou arranhado por um gato – especialmente se não conhecer o seu histórico.

Mordida de gato: Fui mordido, e agora?

O principal risco da mordida de gato é a infecção. A boca dos felinos é colonizada por inúmeras bactérias, que ao entrarem em contato com a pele podem provocar intensa inflamação e infecção. Em segundo lugar, embora não menos importante, é a raiva. A raiva é uma doença viral e fatal, transmitida pela mordedura de cães e gatos. Porém, no Brasil é uma doença que tem bastante controle devido à vacinação massiva de animais de estimação anualmente”, disse a médica veterinária Vitória Neres, em entrevista à Petlove.

A médica veterinária alerta sobre possíveis mordidas dentro de casa. Normalmente, se uma pessoa é mordida pelo próprio pet, o fato passa despercebido, levando em consideração o conhecimento sobre a saúde dele. Porém, qualquer mordida, independentemente do animal, merece certa atenção – já que há o risco de transmissão de zoonose. “Caso aconteça do gato morder o próprio tutor, é importante lavar o ferimento imediatamente com água e sabão e em seguida procurar atendimento médico”, orienta.

Caso a pessoa seja mordida por um gato desconhecido, segundo Vitória Neres, o protocolo é o mesmo: lavar o ferimento com água e sabão e procurar atendimento médico em seguida. Geralmente, em casos como esse, recomenda-se a vacinação antirrábica profilática, por não se conhecer a origem e a saúde do animal.

Vale destacar, novamente, que é fundamental procurar um serviço médico de emergência de imediato, caso seja mordido ou arranhado por um gato.

Sobre o autor

Gabriel Arruda

Gabriel Arruda

É Jornalista, apaixonado por pets e esportes. Está sempre em busca de novos desafios, justamente pela curiosidade que o toma conta. Pai de um Beagle chamado Johnny, mais conhecido como "o Destruidor".

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.