O que fazer quando um cachorro come osso de frango

A dupla macarrão com frango ainda continua sendo a combinação preferida de muitos brasileiros nos almoços de domingo. E aquele aroma do prato aguça não só os nossos paladares, mas os dos cachorros também, que ficam o tempo todo em torno da mesa na expectativa de ganharem um pedacinho do frango.

Como você sabe, por mais que o cachorro faça carinha de pidão, não podemos compartilhar nossas refeições com ele, pois, além dos próprios alimentos, os temperos e molhos que utilizamos no preparo podem ser nocivos para o pet e causar um tremendo mal-estar. 

Mas, o que fazer quando um pedaço de frango, com osso e tudo, dá uma escapulida do prato e o cachorro consegue pegá-lo antes da gente?

Cachorro-frango-Petlove

Avise o médico veterinário

A primeira medida que você deve tomar é entrar em contato com o médico veterinário e avisar sobre o ocorrido. Siga as orientações que ele passar e retorne para pedir atendimento emergencial caso note o seu cachorro debilitado, mais apático ou com episódios de vômitos, diarreia ou sangramentos.

O principal perigo neste tipo de situação é o osso do frango, que costuma ter as pontas afiadas, perfurar algum órgão do peludinho, como esôfago, estômago ou intestino. Portanto, redobre a atenção sobre o cão durante as horas seguintes e procure observar se ele manifesta algum desconforto gastrointestinal. Em caso positivo, não deixe de pedir ajuda a um profissional imediatamente. A demora no atendimento correto pode agravar o quadro do seu cachorro.

Não medique o cachorro por conta própria, não induza ao vômito e nem tente abrir a boca do pet à força enquanto ele ainda está mordendo o osso, pois isso pode aumentar o risco do pet se ferir e, em alguns casos, pode até fazer com que ele te morda para não ter que largar o alimento. Como não adianta chorar pelo leite derramado, melhor seguir as orientações acima e torcer para o organismo do cachorro eliminar a refeição indevida da melhor forma possível.

Previna, sempre!

Como você percebeu, um simples osso de frango (e outros tipos também) pode representar um risco imenso para a saúde do seu cachorro. Então, avise toda família para não compartilhar nenhum pedacinho da refeição com o pet e redobrar os cuidados quando o frango estiver presente no cardápio. Descartar imediatamente os restos em um lixo que o cão não possui acesso é importante para evitar as tão temidas perfurações.

Ensinar o cachorro a permanecer a uma distância segura da mesa e também os comandos de “senta” ou “fica”, ajuda bastante a evitar que ele abocanhe a comida que por ventura cair do prato e depois fique passando mal. Seguindo as boas práticas de prevenção, você tem tudo para saborear suas refeições numa boa e depois recompensar o seu filho de quatro patas pelo bom comportamento com muitas brincadeiras e alguns petiscos apropriados!

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.