Cadastre-se e ganhe 20% OFF na primeira assinatura!

Saiba tudo sobre a parvovirose canina

A última coisa que um tutor de pet quer ouvir do médico-veterinário é: seu filhote está com parvovirose canina. A doença, infelizmente, é muito comum em cães com pouco tempo de vida e pode ser fatal, caso não o tutor não tome as devidas providências.

A parvovirose é um problema de saúde considerado grave, que afeta principalmente o sistema gastrointestinal dos cães, provocando diarreia, vômitos e outros problemas de saúde. Continue a leitura e entenda o que é parvovirose, os principais sinais, tratamento e formas de prevenção.

O que é parvovirose canina?

A parvovirose canina, especialmente em filhotes, é uma doença gastrointestinal extremamente contagiosa e potencialmente fatal. Nessa idade, os animais são mais susceptíveis, pois ainda não foram vacinados ou estão em processo de vacinação.

Acredita-se que a doença foi originada a partir de um vírus semelhante ao que infecta gatos e alguns animais selvagens (como guaxinins e martas), mas que sofreram mutações. Os primeiros casos de parvovirose em filhotes foram diagnosticados no final da década de 1970.

Filhotes de cachorro com parvovirose canina correndo em um quintal

Parvovirose: sintomas mais comuns

Caso seu cão esteja com parvovirose, os sinais começam a aparecer, geralmente, de três a 10 dias após a exposição ao vírus. Os sinais clínicos mais comuns são:

  • Letargia severa
  • Desidratação
  • Vômitos
  • Diarreia (geralmente com sangue)
  • Febre

Os animais ficam extremamente desidratados em consequência da doença. O vírus também pode danificar as paredes intestinais do cão, causando danos e risco à vida, como a queda das células de defesa do corpo – os leucócitos e sepse. Caso suspeite que seu pet está com parvovirose canina, é importante levá-lo imediatamente ao médico-veterinário. O tempo é um dos fatores principais para a sobrevivência.

Como cachorro pega parvovirose?

O vírus da parvovirose canina é altamente contagioso e pode ser transmitido via oral, geralmente através do contato com fezes ou solo infectado. Também é muito resistente e pode sobreviver durante dois meses ou mais em ambientes fechados ou no solo. Além de resistir a situações como calor, frio, umidade e ambientes secos.

“Mesmo vestígios de fezes de um cão contaminado podem abrigar o vírus e é capaz de infectar outros animais que vão a um ambiente infectado. O vírus é facilmente transmitido de um lugar para outro, através de pelos e patas dos pets ou em gaiolas contaminadas, sapatos e outros objetos”, alerta a Associação Americana de Medicina Veterinária.

A parvovirose também sobrevive nas fezes de cães que tiveram a doença por várias semanas. Devido à força e gravidade desta enfermidade, é importante descontaminar todas as áreas que possam ter sido expostas ao vírus e garantir que o animal que teve parvovirose seja isolado de filhotes ou cães não vacinados.

Quais raças de cães são mais propensas à parvovirose canina?

Filhotes com idade de seis semanas a seis meses são os mais susceptíveis, assim como cães de qualquer idade que não foram vacinados ou com vacinas atrasadas, segundo a veterinária Kelly D. Mitchell, do Hospital Veterinário em Toronto, Canadá e autora do capítulo de parvovirose canina no Manual Merck de Veterinária. No livro, também cita algumas raças predisponentes, incluindo:

  • Rottweiler
  • Doberman
  • American Pit Bull Terrier
  • Springer Spaniels Inglês
  • Pastor Alemão

Vale lembrar que filhotes abaixo de seis semanas geralmente estão protegidos de parvovirose por anticorpos no leite materno.

Filhote de Chow Chow com parvovirose parado em frente a uma mesa

Tratamento para a parvovirose

A princípio, cães que tiveram parvovirose geralmente são internados em hospitais veterinários para tratamento, que incluem fluidos intravenosos, medicamentos para evitar náusea e antibióticos. Após essa fase, o médico-veterinário provavelmente prescreverá antibióticos via oral para ajudar a combater infecções secundárias.

Como citado acima, é crucial procurar tratamento adequado mais rápido possível. Portanto, não é indicado seguir qualquer tratamento caseiro de parvovirose. A Dra. Mitchell reforça que, com os cuidados adequados, 68 a 92% dos cães com parvovirose sobrevivem e que os filhotes que passam pelos primeiros três a quatro dias da doença tendem a se recuperar completamente.

Como prevenir a parvovirose canina?

Basicamente, a melhor maneira – e mais eficiente – forma de prevenir parvovirose canina é por meio da vacinação. Filhotes devem ser vacinados assim que completarem a idade correta. Além disso, é fundamental não expor cães ainda não vacinados a ambientes favoráveis ao vírus, como parques para pets, por exemplo.

Portanto, seu cachorro não deve ter acesso à rua, caso não tenha tomado todas as vacinas recomendadas no começo da vida.

A vacina v10 para cães, por exemplo, também conhecida como “vacina décupla”, é a responsável pela prevenção de doenças que podem atingi-los em qualquer fase da vida, como a cinomose, parainfluenza, adenovirose tipo 2 e a parvovirose.

Agora que você já sabe tudo sobre parvovirose em cães, visite o blog da Petlove e confira mais dicas sobre saúde, bem-estar e comportamento canino!

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Hills

Duas grandes linhas de alimentos Super Premium compõem o catálogo de produtos da Hills ração para cães e gatos. A ração Hills Science Diet e a ração Hills Prescription Diet oferecem alta nutrição para equilibrar o organismo e combater doenças. A ração Hills Science Diet é uma balanceada para cachorros e gatos viverem mais e melhor. Já a ração Hills Prescription Diet é composta por alimentos especiais e suplementos para auxiliar no tratamento de doenças renais, digestivas, entre outras. Ambas as linhas oferecem rações úmidas em latas e rações secas em diversos tamanhos. A ração Hills 15kg é ideal para cães de portes médios e grandes, facilitando o momento da compra e proporcionando economia no bolso do tutor. Acesse os filtros de busca da Petlove e aproveite os descontos no preço da ração Hills.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.