O que podemos aprender com os gatos?

Antigamente, no antigo Egito, os gatos eram venerados e tratados como deuses. Isso porque os antigos cultuavam uma deusa chamada Bastet (ou Bast), que tinha corpo humano e a cabeça de gato. Em seu templo, foram criados gatos que eram reconhecidos como sua reencarnação e tratados da melhor maneira possível. Quando morriam, eram mumificados e enterrados em lugares especiais.

Com a circulação crescente de informação a respeito dos bichanos, hoje em dia a adoção deles supera a dos cães em vários locais do mundo. E isso é um fato inédito, já que até pouco tempo, eles eram alvo de preconceito, inclusive de cunho religioso, gerando nas pessoas um sentimento de repulsa. Ainda bem que isso mudou, né?

Algumas pessoas dizem que os gatos não são carinhosos e nem companheiros como os cachorros. Balela e papo de quem nunca teve um gato! Podemos aprender muito com os felinos domésticos, inclusive coisas que podemos (e deveríamos) aplicar em nosso dia a dia.

Ensinamentos felinos

Os gatos podem nos ensinar diversos comportamentos, muitos deles (a maioria) aplicados à nossa vida cotidiana. Auto-cuidado, paciência e observação são alguns desses ensinamentos.

  • Auto-cuidado: os gatos são animais que são super cuidadosos com sua higiene e com a sua vida e sabem a importância que isso tem!. Eles nos mostram que esse momento deve ser sagrado. Você já reparou que na hora do banho e da soneca eles estão super relaxados? Isso nos mostra que devemos ter um momento relax e só nosso. Claro que na correria isso é quase que impossível, mas vale a tentativa.
  • Paciência: os gatos possuem essa habilidade incrível, que nós humanos demoramos a conquistar. Podem esperar tranquilamente seus pais chegarem em casa, sem irritação ou angústia. Eles simplesmente procuram um cantinho aconchegante e vão dormir. Sem estresse!
  • Presença: os gatos nos ensinam muito a respeito. Eles sempre parecem sentir quando estamos com algum tipo de problema e simplesmente se postam ao nosso lado ou colo e ficam paradinhos, tornando algo simples reconfortante. Às vezes, queremos ajudar alguém e não sabemos como e a resposta pode ser tão óbvia que acabamos não enxergando.
  • Observação: os gatos são animais observadores e analisam tudo antes de tomarem algum tipo de decisão. Por isso, em determinadas situações, você o verá assistindo a cena por um tempo até resolver fazer algo. No nosso dia a dia, às vezes, deixamos passar tantos detalhes por simplesmente não observarmos a situação com atenção. Não é mesmo?
  • Persistentes: podemos achá-los desaforados quando damos broncas e eles simplesmente não se abalam, continuam fazendo e nem ligam para o que estamos dizendo. Esse com certeza é o maior desafio do ser humano, não se abalar por qualquer coisa.

Estes são apenas alguns dos ensinamentos que podemos aprender com esses seres incríveis. O que vocês já aprenderam e aplicaram no cotidiano? Conte para nós! Iremos adorar saber!

Sobre o autor

Gabriela Azevedo

Gabriela Azevedo

Formada em design gráfico e cursando medicina veterinária, profissão que herdei paixão graças ao meu pai. Catlover e apaixonada pelos meus 6 gatinhos (Tchantcham, Drake, Josh, Marie, Maysa e Cara Preta -in memoriam- ♥) e pelos pets agregados que fazem parte da minha vida (todos os que encontro. bem doida dos bichos!).

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.