Os cães sentem saudades?

caes sentem saudades

Todo mundo que tem um cãozinho em casa sabe o quanto é difícil deixá-los sozinhos todos os dias quando precisamos sair para trabalhar ou para algum outro compromisso. Aquela cena quando você está fechando a porta de casa e ele te olhando parecendo implorar para ir junto com você é de partir o coração, não é mesmo? Mas você já parou para pensar se os cães sentem saudades quando nos ausentamos por um período? Será que esse sentimento que eles têm é parecido com o que temos quando sentimos saudades?

Primeiro devemos entender o porquê nós, humanos, sentimos saudades. Nós temos esse sentimento porque somos capazes de desenvolver conexões emotivas com outras pessoas, animais ou lugares específicos. Será que os cães também são capazes de desenvolver conexões emotivas assim como nós?

Os cães sentem saudades?

Um estudo feito pelo cientista norte americano Gregory Berns mostra que sim, os cães sentem saudades. Neste estudo foi analisado as reações no cérebro de um peludo quando ele era exposto a 5 cheiros diferentes: de um cão conhecido, de um cão com o qual ele nunca teve contato, de uma pessoa conhecida, de uma pessoa estranha e ao seu próprio cheiro. Quando o cãozinho sentia o cheiro de uma pessoa familiar, a região do cérebro responsável pela associação de coisas boas e expectativas positivas era ativada, comprovando que sim, os cães desenvolvem conexões emotivas assim como nós, humanos.

Outra pesquisa feita com base nos mesmos princípios do estudo anterior, analisou os comportamentos de cães ao serem expostos a pessoas de diferentes níveis de familiaridade: seus donos, pessoas estranhas e pessoas familiares. O resultado obtido foi mais uma vez de que eles sentem sim falta de seus tutores mais do que qualquer outra pessoa.

Bom, então sabemos que infelizmente o motivo de nossos peludos nos olharem com aquele olhar de tristeza quando estamos prestes a deixá-los em casa é pelo fato de eles sentirem nossa falta. Essa saudade que eles sentem se agrava quando eles não têm uma companhia enquanto você estiver ausente, podendo gerar diversos comportamentos indesejados por qualquer tutor, como fazer xixi e cocô fora do lugar, destruir objetos, moveis e brinquedos (veja aqui como fazer seu cão parar de destruir tudo), não se alimentar, fica paralisado, imóvel e latir ou uivar excessivamente (clique aqui e veja como fazer seu cão latir menos), podendo inclusive causar incômodos e atritos entre você e seus vizinhos.

cachorro sente saudades

Porém, como na maioria das vezes os cães têm esses comportamentos quando estão sozinhos, seus tutores podem não perceber as consequências que seu peludo está sofrendo em razão da ansiedade de separação.

Mas como você pode ajudar seu companheiro a não sentir tanto a sua falta quando você não puder estar presente e ainda diminuir a frequência de qualquer comportamento indesejado que tenha relação com essa situação? Quando nós, humanos, sentimos saudade de algo ou então estamos tristes com alguma situação, a melhor opção para esquecer e superar esse sentimento de tristeza é manter a cabeça e corpo ativos, não é mesmo? Quem nunca ouviu a expressão “mente vazia, oficina do diabo”?

Com os cães acontece o mesmo. Quando eles não são estimulados física e mentalmente, os sentimentos ruins de saudade e solidão tomam proporções cada vez maiores, gerando cada vez mais comportamentos ruins não só para você, tutor, como também para ele mesmo. Existem algumas maneiras de você ajudar seu peludo a minimizar esses sentimentos ruins e consequentemente os comportamentos indesejados.

Vamos listar algumas delas aqui:

Brinquedos Interativos: 

Comprar / fazer brinquedos interativos que tragam algum estímulo e desafio para o pet irá estimular o seu peludo a continuar brincando e esquecer um pouco a solidão. Vocês podem encontrar várias opções para comprar aqui mesmo na Pet Love, na sessão Brinquedos Interativos. Ou então você pode fazer você mesmo um brinquedo interativo. Uma garrafa pet com ração dentro e um pequeno furo para liberar os pedaços de ração aos poucos será um grande desafio para seu peludo. Em dias de calor, cubos de gelo com um pedaço de petisco ou até mesmo de frutas (maça e morango, por exemplo) dentro são uma ótima opção para manter seu pet estimulado em períodos de solidão.

Prós: São soluções rápidas e fáceis para estimular o físico e mente seu peludo.

Contras: É provável que tenha um resultado positivo, porém dificilmente eliminará 100% dos comportamentos indesejados e sentimentos de solidão e saudade que seu peludo sente, pois ele poderá enjoar de ter sempre a mesma brincadeira todo dia.

Pet Sitter: 

Contar com o auxílio de um profissional para fazer uma visita na casa do seu pet, interagir com ele de maneira saudável e ainda oferecer um passeio a cada visita, com certeza irá trazer ótimos resultados. Porém, é importante saber identificar um pet sitter profissional, que realmente foi treinado e capacitado. Veja aqui como reconhecer um pet sitter profissional. A Pet Anjo é a única empresa no Brasil que possui certificação internacional da Dog Walking Academy de Pet Sitter Profissional. Para conhecer melhor o serviço de pet sitter da Pet Anjo, clique aqui

Prós: Um profissional treinado com certeza irá melhorar a qualidade de vida do seu pet enquanto você não puder estar presente e trará resultados mais duradouros sem que seu pet passe pelo estresse de sair do ambiente de casa que passaria em um daycare.

Contras: Pode não ser fácil encontrar um profissional de confiança.

Dog Walker: 

Caso você ache que seu cãozinho precisa de mais tempo fora de casa, um Dog Walker (passeador de cães) profissional é uma ótima opção. Se você souber escolher um profissional que foi treinado e capacitado para oferecer tal serviço e que te passe confiança, com certeza seu peludo terá bons momentos quando você estiver em algum outro compromisso. É sempre recomendado que você opte por um profissional que seja vinculado a uma empresa séria, dessa forma você terá respaldo de uma empresa que tem um nome a zelar. Veja aqui porque um Dog Walker faz com que seu cãozinho não destrua tudo em casa. A Pet Anjo também é a única empresa que possui certificação internacional da Dog Walking Academy de Passeador Profissional. Para conhecer um pouco melhor o serviço de Dog Walker da Pet Anjo, clique aqui.

Prós: Passeios conduzidos por profissionais, estimulam não apenas a parte física do cão, mas também a parte mental, através de treinamentos básicos e brincadeiras educativas. Priorizando sempre a qualidade de vida do seu pet.

Contras: Pode não ser fácil encontrar um profissional de confiança.

Sobre o autor

Carolina Rocha

Carolina Rocha

Médica veterinária e mestre em comportamento animal pela USP. Fundadora da empresa Pet Anjo que oferece dog walker, pet sitter e hospedagem com qualidade excepcional. Site: www.petanjo.com / www.blog.petanjo.com / www.carolinarocha.com.br

12 Comentários

  • Tive que viajar por 3 dias , agora minha cachorrinha não me reconhece mais, nem atende pelo nome. Estou bem triste … Deixamos ela em um pet shop durante esse período

  • Olá, Boa noite.
    Gostaria de saber:
    Meu cachorro ultimamente mudou drasticamente de comportamento com uma amiga da família, quando ela se aproxima dele, ele fica rosnando.
    Lembrando que até umas semanas atrás, eles eram bem amigos, o que pode ter acontecido?
    Tenho umas suspeitas, mas se poder me responder, fico grato.
    Passar bem.

    • Olá, Madson! É muito difícil sabermos o que aconteceu de fato, mas é estranho que o pet tenha mudado tanto o comportamento em relação a somente uma pessoa específica. Tem certeza de que não aconteceu algo que possa ter desagradado seu cão? Seja um susto, uma brincadeira mais dura, uma bronca etc. Um abraço!

  • Olá , eu tenho uma Shitzu, ela só dorme comigo , eu saí final de semana posei fora , acredita que ela ficou doente por ficar 1 noite sem mim?!
    Ela vomitou até, ficou desanimada e triste. Quando cheguei ela correu em mim , e a hora que fui dormir ela foi dormir nos meus braços assim como um bebê. Olha, e hoje ela melhorou 100% agora que tô ficando em casa dia e noite.
    Os animais sentem sim, a minha melhorou agora! Judiação! Amo minha dog.

  • Olá, tenho uma poodle de quase 3 anos, ela é super calma, nunca me deu trabalho, mas a quase 2 meses o comportamento dela mudou depois do falecimento de minha tia q morava conosco. Minha cachorrinha dormia sempre na sala, no cantinho dela, mas agora ela ñ quer mais de jeito nenhum ficar na sala, quando anoitece ela vai pra debaixo da minha casa ou fica no tapete do meu quarto e só quer dormir agora junto comigo. Uma vez deixei ela na sala pra vê o que ela iria fazer, mas ela ficou chorando o tempo todo e fez xixi e cocô na sala, e ela ñ agia dessa forma. O que será q está acontecendo com ela? Aguardo resposta e obrigada

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.