Outubro Rosa: saiba mais sobre a piometra

Outubro é um mês muito importante marcado pela campanha de prevenção contra o câncer de mama. O Outubro Rosa na medicina humana também alerta sobre o câncer no colo do útero em mulheres, uma doença que é a quarta causa de morte por câncer entre a população feminina no Brasil. Quando se trata dos pets, a piometra é uma condição infecciosa uterina que tende a acometer cadelas e gatas não castradas. Por isso, o mês de outubro na medicina veterinária além de falar sobre o tumor de mama, é focado igualmente para ajudar na prevenção e conscientização da piometra. 

O que é piometra?

A piometra é uma infecção no útero causada por bactérias. A condição acontece durante o período de cio, pois o útero fica mais suscetível a infecções devido a múltiplas alterações que ocorrem, mas principalmente pela influência hormonal da progesterona. A estimulação dos hormônios faz com que a parede do útero se torne mais espessa e inibe as células de defesas, tornando o local mais suscetível a agressores, como bactérias. Apesar de generalizarmos e na maioria das vezes chamarmos o problema de piometra (que acumula pus no útero), ela pode também ser apresentada como hemometra (acúmulo de sangue no interior do útero) ou mucometra (com excesso de muco no útero). 

A doença ocorre com mais frequência em cadelas não castradas do que em gatas, já que seu ciclo reprodutivo é diferente. A infecção pode afetar pets de todas as idades, mas tende a ocorrer com uma certa frequência em cadelas ou gatas mais velhas que já passaram pelo cio algumas vezes.

Além da liberação de hormônios durante o período de cio, a administração de anticoncepcionais, seja eles injetáveis ou orais, predispõe a gata ou a cadela a desenvolver a piometra.

Quais são os principais sinais da doença? 

  • Secreção vaginal
  • Aumento abdominal 
  • Falta de apetite
  • Aumento de ingestão de água
  • Apatia

É muito importante estar atento a esses sinais e levar a pet ao médico veterinário, pois quanto mais avançada a doença estiver, maiores são os riscos de infecção generalizada. Muitas cadelas e gatas acabam morrendo por conta da doença, que pode ser facilmente prevenida.  

Prevenção 

Como já foi mencionado, a administração de anticoncepcionais predispõe a pet a desenvolver a condição, não sendo recomendado esse método contraceptivo. A castração é a melhor opção e a forma mais eficaz de prevenir piometra em cadelas ou gatas, pois além de ser uma doença relacionada com o fator hormonal, com a remoção do útero não há como a infecção ser desenvolvida. A castração é uma forma segura de evitar não somente a piometra, mas alguns tumores de mama, prenhezes indesejadas e o abandono de animais. Consulte um médico veterinário.

Sobre o autor

Beatriz Mario

Beatriz Mario

Graduanda em Medicina Veterinária, sonho que tenho desde de criança, hoje sou conhecida como a louca dos gatos, mas nas horas vagas sou a louca dos bichos também, sem distinção. Tenho 10 lindos gatinhos resgatados e meu propósito é poder ajudar o máximo de pets possível (E seus pais e mães humanos escrevendo aqui no blog).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.