Pastor de Brie

pastor debrie

Pastor deBrie
imagem: viarural.com.ar

Tal como o Beauceron ele é descendente dos “Cães de planície”, da Bacia parisiense. A denominação Pastor de Brie para designar os Cães de pastor de pêlo longo aparece pela primeira vez em 1809, na Aula de Agricultura do Padre Rozier. Em 1863, quando da primeira exposição canina de Paris, uma cadela parecida com um Briard foi classificada em primeiro lugar entre os Cães de pastoreio
expostos. P. Mégnin escreve em 1888, em l’Eleveur (o Criador): “O Cão de Brie é o resultado do cruzamento entre o Barbet e o Cão pastor de Beauce, do qual se diferencia por sua pelagem longa e lanosa”. Pela primeira vez, um Briard foi inscrito em 1885 no L.O.F. O primeiro padrão, estabelecido pelo Clube francês do Cão pastor em 1897, distingue uma variedade de pêlo lanoso, e outra de pelo de cabra. A mesma prevaleceu e chegou ao padrão atual homologado em 1988 pela F.C.I. Na Primeira Guerra mundial, o Briard foi utilizado como
sentinela. O costume de cortar suas orelhas é muito antigo. Originalmente era para que eles não fossem tão vulneráveis durante as lutas com os lobos na defesa dos rebanhos.

GRUPO CINOLOGICO 1

CÃES PASTORES
PAÍS DE ORIGEM França
NOME DE ORIGEM Berger de Brie
OUTRO NOME Briard

Características morfológicas:

CABEÇA
Forte, longa. Stop marcado. Cana nasal retilíneo. Focinho nem estreito nem pontiagudo. Nariz mais quadrado que redondo. Cabeça guarnecida de pêlos formando uma barba e bigode, sobrancelhas tapando ligeiramente os olhos.
OLHOS
Horizontais, bastante grandes, de cor escura, escondidos pela abundância de pêlos.
ORELHAS
De inserção alta, de preferência cortadas e portadas eretas.
CORPO
Sólido, musculoso, de construção geral sólida. Pescoço musculado, leve. Peito largo, profundo. Dorso reto. Lombo musculoso.
Garupa pouco inclinada.
MEMBROS
Bem musculosos, ossatura forte. Ergots duplos rentes ao solo nos membros posteriores. Patas robustas, redondas. Dígitos fechados.
CAUDA
Inteira e tufosa, extremidade formando um gancho, portada baixa, não desviada.
PÊLO
Flexuoso, longo, seco (tipo pêlo de cabra), com leve subpêlo, com um comprimento mínimo de 7 cm.
PELAGEM
Toleram-se todas as cores uniformes exceto o branco, marrom, acaju e bicolor. Recomendam-se as cores escuras.

TAMANHO DO Pastor de Brie

Macho: de 62 a 68 cm.
Fêmea: de 56 a 64 cm.

PESO DO Pastor de Brie

De 30 a 40 kg.

Temperamento, aptidões, educação:
Atleta orgulhoso e poderoso, não tem nada de um adorável bicho de pelúcia. Tem um caráter equilibrado, brincalhão, corajoso, bem ponderado. É um obediente atrevido. Sob um aspecto áspero, esconde um coração de ouro. Muito afetuoso, de uma grande fidelidade, amigo das crianças, profundamente dedicado a seu dono, desconfia dos estranhos. O macho é dominador. Necessita de uma educação estrita muito cedo por que é um pouco teimoso e independente. Atinge apenas a maturidade por volta dos 2 a 3 anos.
Conselhos
Cão muito robusto, dinâmico, esportivo que precisa de espaço e de muito exercício. Não é um citadino. Escová-lo e penteá-lo regularmente. Duas a três vezes porsemana se o animal viver no exterior, uma vez porsemana se viver em interior, de modo
a evitar a formação de lanugens.
Utilizações
Pastoreio. Cão de companhia, com uma evolução para um tipo morfológico privilegiando a beleza

FONTE: ENCICLOPEDIA CANINA ROYAL CANIN

Sobre o autor

Dr. Marcio Waldman

Dr. Marcio Waldman

Medico veterinário, diretor e fundador do www.petlove.com.br. Formado em 1988 pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP e pós graduado em latu sensu em odontologia veterinária, foi secretário geral da Anclivepa SP (associação nacional de clínicos veterinários de pequenos animais) e sócio fundador do Simpavet (sindicato patronal dos médicos veterinários). Atuou como clínico veterinário de pequenos animais de 1988 a 2005 em São Paulo, e em 2005 terminou a atividade na clinica para se dedicar exclusivamente ao Pet Love.

Deixe um comentário