Por que os gatos ficam tão alterados quando usam catnip?

O assunto é polêmico, afinal, uma coisa é certa: quase nenhum gato fica indiferente ao uso da catnip, pelo contrário, na maioria das vezes eles ficam eufóricos e têm comportamentos cômicos. Por isso, algumas pessoas se divertem e não deixam faltar catnip em casa, já outras rejeitam a utilização, temendo que o bichinho fique maluco ou dependente. E se você não está entendendo nada até agora, não se preocupe, a gente te explica tudo.

Catnip ou a erva-dos-gatos vem se popularizando por pessoas que querem oferecer uma forma diferente de interagir com seus felinos ou aliviar a tensão dos mais estressados. Inserida em algum brinquedo ou dada em pitadas, a erva altera o comportamento dos gatos, fazendo com que eles reajam das mais diferentes formas: rolando de costas, ronronando, lambendo ou esfregando o catnip no corpo e por aí vai. As ações dos felinos, um tanto descoordenadas, assemelham-se com frequência a de quem exagerou um pouco na bebida ou fez uso de drogas recreativas. Mas afinal, o gato realmente fica dopado?

A catnip (Nepeta Cataria) pertence à família da hortelã, assim como o alecrim, manjericão e orégano, e contém glândulas chamadas nepetalactona, responsáveis por deixarem os gatos numa “vibe” diferente por aproximadamente 20 minutos. Essas substâncias se conectam aos receptores no nariz do bichano, inibem as atividades do sistema nervoso central e agem em diferentes áreas do cérebro, levando a reações de euforia, agitação e posteriormente sonolência. Não há um estudo conclusivo sobre todas as ações desencadeadas pela erva, porém o que se sabe até o momento é que os gatos não viciam. A Doutora Lissabele Helena Maluf, Médica Veterinária Clínica de Pequenos Animais, aconselha que a catnip seja utilizada com indicação de um médico veterinário, pois a erva quando ingerida pode causar enjoo e vômito.


Umas das primeiras dúvidas que surgem na cabeça dos novatos no tema são: se faz mal o uso diário da erva e se humanos ou outros pets podem sentir os mesmos efeitos que os gatos. A resposta em ambos os casos é não. Somente os felinos são impactados pela erva e há relatos que caçadores usavam catnip para prender leões da montanha e pumas, que eram atraídos pelo aroma. Estudos também revelaram que onças, leopardos e leões também são impactados pela catnip.

Situações nas quais a erva-dos-gatos é utilizada:

– Para os momentos de brincadeira

– Acalmar os mais estressados

– Em sinais de depressão

– Ajudar na socialização dos gatos avessos a estranhos

– Facilitar o transporte (visitas ao médico veterinário, viagens etc.)

– Estimular o uso de brinquedos

Existem vários vídeos publicados na internet mostrando a reação de gatos ao terem contato com a catnip. Abaixo você confere alguns exemplos que foram compartilhados por internautas:

View this post on Instagram

Fresh catnip inside ☺️🌿

A post shared by Yuki (@her_purrfect_majesty) on

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

É jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.