Porque dar ração úmida pode melhorar a vida do seu gato

Nos últimos anos, muitos médicos veterinários “gateiros” estão trabalhando para difundir um novo tipo de alimentação para os gatos. Diferentemente do que se pregava décadas atrás, os mais entendidos do mundo felino hoje dizem que o ideal é alimentarmos os bichanos com ração úmida ou, pelo menos, com uma mescla entre a ração úmida e a ração seca.

Os gatos, por natureza, bebem pouca água e isso se deve à ancestralidade de nossos pets. Vivendo em locais extremamente quentes e com escassez de rios e lagos, os gatos selvagens africanos podiam ficar por um longo período sem tomar água, porém, como se alimentavam de outros animais, tinham essa necessidade hídrica suprida pela “umidade” das presas.

Nossos felinos não costumam caçar para se alimentar e, então, oferecemos ração seca para eles. Sem um hábito muito constante de ingerir água de um pote (ou de qualquer outro local), é grande a tendência que possuem para desenvolver problemas renais.

Ao darmos a ração úmida diariamente aos nossos gatos, estamos os alimentando e ao mesmo tempo hidratando, quase que seguindo a lei natural das coisas, mas sem a necessidade de caçarem e sem se exporem a algumas doenças transmitidas a eles por aves e ratos, por exemplo.

Há quem defenda que dar comida úmida pelo menos uma vez ao dia para um gato já diminui consideravelmente suas chances de ter problemas em seu sistema urinário. Quando o oferecimento de ração úmida diariamente não é possível, o mais indicado é que os pais do pet o estimulem a beber mais água, seja numa das pias da casa, numa fonte especial para gatos ou em potes com fundos que refletem seu reflexo (estudos garantem que os gatos preferem se enxergar enquanto bebem água, daí muitas vezes o insucesso de tigelas coloridas).

 

Sobre o autor

Jade Petronilho

Jade Petronilho

É jornalista por formação e comportamentalista veterinária por paixão. Desde criança é a "louca dos bichos", por isso resolveu estudar medicina veterinária, etologia e nutrição animal, mas ainda pretende, um dia, fazer zootecnia. Atualmente tem dois cachorros, quatro gatos e 11 peixes, mas além de cães, gatos e peixes, também já foi tutora de um coelho, três periquitos, dois porcos da índia, dois pintinhos e três cabritos. Hoje, é Coordenadora de Conteúdo Veterinário da Petlove.

4 Comentários

  • TENHO 6 LINDOS FELINOS, A MÃE OLIVIA TEVE 5 FILHOTES E DOS QUAIS 4 FICARAM COMIGO . TEM O BOB UM GATO GRANDE DE 7 QUILOS, O BOB BEBE ÁGUA DIRETAMENTE DA TORNEIRA JÁ OS DEMAIS BEBEM ÁGUA NAS DIVERSAS CUMBUCAS ESPALHADAS PELA CASA. TENHO UM AMBIENTE O QUE COLOQUEI UMA BACIA ONDE BRINCAM E SE HIDRATAM , A RAÇÃO ÚMIDA TODOS GANHAM 2 REFEIÇOE DIARIAMENTE, UMA PELA MANHÃ( 6 HORAS) E A OUTRA AS 18 HS, ALÉM DA COMIDA SECA. O SABOR PALATÁVEL É FRANGO E SALMÃO. FORAM HABITUADOS ASSIM, OS FILHOS TEM 3 ANOS, A MAMI OLIVIA ESTÁ COM 5 ANOS E O BOB ( TIO) ESTÁ COM 6 ANOS. A SAÚDE DE TODOS ESTÁ ÓTIMA SEGUNDO O VETERINÁRIO, APENAS AS VACINAS ANUAIS, REMÉDIO PULGAS E VERMES. CREMOS QUE ESTAMOS NO CAMINHO CERTO.

    • Oi, Armando! Que legal saber que seus pets têm tanta sorte e um pai dedicado! Sim, se bem cuidados com vacinas, boa alimentação, controle de pulgas e vermes, eles costumam viver muito bem e por bastante tempo. 🙂 Um abraço!

  • a minha gata mais velha esta muito gorda e ela já é castrada, que tipo de ração para gato castrado eu posso dar, porque ela não muito de se movimentar eu estou dando a ração para gato castrado chamada Monello mas eu não estou vendo ela diminuir o peso ela não é de comer muito mais come toda hora e pouquinho, por favor me ajude!

    • Olá, Jacqueline! Tudo bem? O ideal é conversar com seu médico veterinário para saber se além da idade ela não está com algum problema de saúde. É mais comuns que gatinhos idosos percam peso ao invés de ganhar. Às vezes, introduzir um pouco de atividade no dia a dia dela ou introduzir uma ração menos calórica seja a solução. Um abraço!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.