Quatro exercícios para fazer com seu cachorro em casa

Veja só essas nossas dicas super legais para te ajudar a cuidar ainda melhor da saúde do seu cachorro e também prevenir doenças articulares. São exercícios práticos e muito fáceis de fazer aí mesmo no conforto de casa, acompanhe!

Vale lembrar que esses exercícios foram baseados em movimentos que imitam as ações que já fazem parte do dia a dia do seu pet, para atividades mais elaboradas é necessário contar com ajuda profissional para não correr o risco de colocar a saúde do cachorro em risco, ok? Foco total na bem-estar, mas sempre com segurança.

Cachorro-exercicio-Petlove

Agachamento

Excelente para fortalecer toda musculatura das patas traseiras, esse exercício funciona da seguinte forma: encurrale o traseiro do seu cão em um canto. Com um comando de voz ou utilizando um petisco que ele adora, peça para o pet se levantar e depois que volte lentamente a ficar sentado. Faça dez repetições e depois deixe o bichinho descansar, antes de continuar.

Steps (escada)

Sim, os cachorros também podem fazer esse famoso exercício das academias. Providencie uma plataforma segura e aderente (caixa, palete ou algum móvel) e faça com que o cachorro coloque as patinhas da frente na plataforma, uma de cada vez, e depois que elas retornem ao chão. Depois de uma série de cinco repetições, faça com que o pet suba completamente na plataforma e desça novamente. 

“Baila comigo”

Esse talvez seja o exercício mais prazeroso de se fazer, mas todo cuidado para não se empolgar demais e arriscar passos mais elaborados, pois eles podem machucar o cachorro. Segure as patas dianteiras, acima dos cotovelos, até o pet ficar em pé. Balance-o devagar de um lado para o outro e depois dê pequenos passos para frente e para trás. Coloque uma música (não muito alta) para tornar o momento ainda mais divertido e compartilhe este “bailado” nas redes sociais marcando #petlove.

“Pilates”

Dá pra utilizar aquela bola de pilates para exercitar também o seu companheiro peludo. Como? Coloque-o em cima do objeto redondo e incentive o seu cachorro a se manter equilibrado. Quando ele pegar a prática e começar a mandar bem, aumente o desafio fazendo cócegas na região da barriga, assim o esforço dele precisará ser maior.

Importante: se o seu cachorro tem problemas de saúde que limitem seus movimentos ou doenças articulares, como a artrite, converse com o médico veterinário antes de oferecer qualquer atividade física. Respeite também a vontade do bichinho, se ele mostrar agressividade ou desconforto em qualquer um dos exercícios, interrompa a sessão e espere uma outra oportunidade para tentar de novo, mas sempre respeitando a vontade do pet!

 

Sobre o autor

Anderson Mafra

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.