Samu Animal é serviço modelo criado em Campinas

Quem vive no Brasil sabe o quanto os serviços de saúde podem ser precários para nós, humanos, quem dirá para os animais. Fato é que algumas cidades estão trabalhando há alguns anos para melhorar pelo menos a vida de nossos peludos. É claro que é impossível atender a todos, mas o serviço de Samu Animal, criado em 2017 na cidade de Campinas (SP) tem dado exemplo para várias outras cidades.

Operando como uma espécie de UTI móvel, o Samu Animal de Campinas visa atender animais doentes e em situação de risco. A prioridade é daqueles que não possuem um lar e vivem nas ruas, sem os cuidados necessários.

Parte do Departamento de Proteção e Bem-Estar Animal, da Secretaria Municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, o serviço pode ser solicitado pelo número 156 ou pela Defesa Civil (ao discar 199 de seu telefone).

Equipada com maca, oxigênio e medicamentos para diversos tipos de ocorrência, a ambulância atende aproximadamente cinco pets por dia sempre sob a supervisão de um médico veterinário. Os animais resgatados são encaminhados para o canil local, onde terminam o tratamento e posteriormente são disponibilizados para a adoção.

Desde o surgimento do Samu Animal de Campinas, mais de 50 cidades brasileiras demonstraram interesse em replicar a ideia. Os pets agradecem!

Sobre o autor

Jade Petronilho

Jade Petronilho

É jornalista por formação e comportamentalista veterinária por paixão. Desde criança é a "louca dos bichos", por isso resolveu estudar medicina veterinária, etologia e nutrição animal, mas ainda pretende, um dia, fazer zootecnia. Atualmente tem dois cachorros, dois gatos e 13 peixes, mas além de cães, gatos e peixes, também já foi tutora de um coelho, três periquitos, dois porcos da índia, dois pintinhos e três cabritos.

1 Comentário

  • Moro em Campinas, e já tentei chamar diversas vezes e eles não atendem, ou não estão disponíveis 24h, só no horário comercial. Se for pra outras cidades copiarem, por favor, coloquem 24h.
    Um cachorrinho foi atropelado na rua de casa tarde da noite e eu não tinha como pegar, passei horas tentando ligar e não consegui, pra só depois descobrir que o 156 só funciona no horário comercial. No fim conseguimos levá-lo para um veterinário particular no carro de um vizinho. O animal está bem hoje, e inclusive já encontrou o dono.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.