Toxoplasmose e gatos: mitos e verdades

A toxoplasmose é uma doença infecciosa causada por um protozoário muitas vezes encontrado nas fezes de gatos e outros felinos. No entanto, homens e outros animais também podem ser hospedeiros do parasita.

“Estima-se que 1% da população felina elimine os cistos do protozoário no ambiente”, afirma a médica veterinária Bianca Couto da clínica The Cat from Ipanema. “E para contrair a doença através de um felino é necessário ingerir acidentalmente fezes contaminadas de gatos”.

Transmissão

A contaminação pode acontecer através do consumo de verduras mal lavadas ou pelo hábito de levar a mão à boca sem lavá-la e também após prática de jardinagem ou manipulação de terra ou areia.

toxoplasmose e gatos

Todo gato tem toxoplasmose?

Não! Isso é um mito. Para que o gato tenha toxoplasmose, ele precisa ter entrado em contato com o parasita em algum momento, como comer carne crua contaminada.

Além disso, nem todo gato que tem toxoplasmose a transmite. O protozoário pode encistar e o gato já não produz mais a forma infectante.

“Gatos mantidos em casa que se alimentam apenas da ração não tem como adquirir o protozoário”, explica a veterinária.

toxoplasmose

Além disso, os protozoários eliminados através das fezes não são capazes de causar a doença imediatamente. É preciso que as fezes contaminadas permaneçam no ambiente por três dias para se tornarem infectantes.

Grávidas

“Para você que vai ser mamãe, pode conviver tranquilamente com seus gatos durante a gestação”, alerta Bianca. Ela também adverte para cuidados básicos de higiene como não colocar a mão na boca sem lavar após manipular a caixa de areia.

Se ainda sim o medo persistir, você pode faze o exame no seu gato para ter certeza de que ele não tem o protozoário . No caso de ser positivo, você pode iniciar um tratamento.

“A maioria das pessoas que tem ou já teve toxoplasmose, foi devido ao consumo de carne mal passada e verduras mal lavadas”, comenta a veterinária.

Sobre o autor

Larissa Moreira

Larissa Moreira

Larissa tem quatro miaus: Câmara, Ação, Gravando e Clica Fora, está no quarto ano de jornalismo da Faculdade Cásper Líbero, é apaixonada pela língua alemã, livros de fantasia, chá de camomila e pelos seus quatro bebês (que já nem são mais bebês).

Deixe um comentário