Apenas filhotes podem comer ração de filhote?

Muita gente se pergunta se tem problema um pet adulto comer ração de filhote. A verdade é que não somente animais filhotes podem comer esse tipo de ração, mas é preciso se atentar às exigências nutricionais de cada um e não cometer erros neste sentido. Na maioria dos casos, são exceções que permitem um cachorro ou gato adulto comer um alimento não indicado para sua faixa etária.

Rações para filhotes

As rações de filhote levam em conta essa etapa extremamente importante da vida dos animais. Uma má nutrição nessa fase pode comprometer gravemente a saúde dos cães e gatos e, por isso, os mais jovens não devem ser alimentados com rações para adultos ou idosos.

Antigamente, era comum suplementarmos fêmeas prenhes e filhotes novos com cálcio e aminoácidos, mas com o tempo, isso deixou de ser indicado. As rações atuais, em maioria, são completas e balanceadas, fazendo com que a suplementação não seja necessária. Em alguns casos, inclusive, ela pode ser um problema, pois o excesso de vitaminas e minerais é tão prejudicial quanto o déficit.

Exceções à regra

É comum que os pais de pet pensem que todos devem passar a comer ração de adulto ao completar 12 meses de vida, mas também existem controvérsias nisso. Algumas vertentes defendem que isso pode ser seguido para animais de pequeno e médio porte, mas não é válido para pets de porte gigante (que demoram mais tempo para chegar à maturidade). Para esses, é indicado, por exemplo, manter a ração de filhote até os 18 meses.

Cadelas e gatas prenhes ou em lactação devem ser alimentadas com ração para filhotes. A quantidade diária oferecida também deve ser aumentada de acordo com a orientação do médico veterinário responsável pelo animal. Recebendo um alimento formulado para os mais jovens, é mais certo que as mães receberão uma quantidade adequada de nutrientes, favorecendo não somente a saúde dela, mas também de seus filhotes.

Fora as condições acima citadas, não é recomendado que um cão ou gato receba uma comida feita para outra fase da vida. Se você tem pets de idades diferentes, certifique-se de que eles estão se alimentando corretamente e sem “roubar” do outro.

Sobre o autor

Jade Petronilho

Jade Petronilho

É jornalista por formação e comportamentalista veterinária por paixão. Desde criança é a "louca dos bichos", por isso resolveu estudar medicina veterinária, etologia e nutrição animal, mas ainda pretende, um dia, fazer zootecnia. Atualmente tem dois cachorros, dois gatos e 13 peixes, mas além de cães, gatos e peixes, também já foi tutora de um coelho, três periquitos, dois porcos da índia, dois pintinhos e três cabritos.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.