Cadastre-se e ganhe 10% OFF na primeira compra!

Cachorro pode comer mel?

Você também é do time que não vive sem mel em casa? Se sim, descubra a seguir se o seu cachorro pode comer mel também!

Como você já deve ter ouvido falar, grande parte dos alimentos ou ingredientes utilizados para adoçar não fazem bem para os cães, como é o caso do próprio açúcar, dos adoçantes e do xilitol. Mas será que o mesmo vale para o néctar produzido pelas abelhas?    

Cachorro pode comer mel - cão lambendo o focinho

“O mel não é um alimento tóxico para os cães, portanto, os caninos podem se alimentar dele. Em alguns casos, ele pode até ser benéfico à saúde deles, visto que o produto possui propriedades cicatrizantes, anti-inflamatórias e antimicrobianas, além de ser fonte de energia e minerais como cálcio, fósforo, magnésio, potássio, sódio e vitaminas C e B”, explica João Andrade, médico veterinário do nosso atendimento especializado em saúde e bem-estar, exclusivo para os Assinantes Petlove.

Se for oferecer, tome cuidado

Como você viu, desde que o médico-veterinário autorize, o cachorro pode comer mel. Porém, sempre de maneira pontual e tomando alguns cuidados para não colocar em risco o bem-estar do seu peludinho.

Apesar de não ser um alimento tóxico, o consumo prolongado pode favorecer o surgimento de doenças como a diabetes, a hiperlipidemia e a obesidade. Outro ponto que você não deve esquecer é optar pelo mel puro, já que combinações com gengibre, própolis, eucalipto etc. podem ser perigosas.

“Devemos sempre nos atentar à quantidade ofertada aos pets, pois o mel é grande fonte de frutose e glicose, o que em excesso pode predispor à doenças como diabetes e obesidade. Por haver diferentes tipos de mel, os tutores devem sempre optar por aqueles de produção natural, tendo em mente que possuem adição de açúcar, conservantes e outros aditivos que podem não fazer bem para a saúde dos pets”, diz Andrade. 

Quem pensa em recorrer ao mel para tratar tosses frequentes do pet, é bom saber que a consulta com o médico-veterinário é o único caminho mais seguro para restabelecer a saúde do peludinho. O mel ou aquelas receitas “infalíveis” que existem por aí não vão ajudar e, pior que isso, podem até piorar o quadro clínico do animal. Cuidado!

Quer uma receita realmente infalível e saudável? Então, veja como preparar este delicioso petisco caseiro que é super fácil de fazer. 

Para saber mais sobre a alimentação do seu pet e conferir outras receitas, visite a nossa página de Nutrição. Toda semana tem novidade pra você aproveitar e compartilhar com seus amigos petlovers :).

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e que não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.