Cachorro Pug filhote

Este pequenino de focinho achatado tem muita história pra contar, já foi companheiro de Napoleão Bonaparte, astro de cinema, virou meme e é uma das raças mais populares no Brasil. Venha saber mais sobre o Pug filhote, este excelente cão de companhia!

Além da fama de ser bom de foto, o Pug desde pequeno se mostra um cachorro bastante apegado à família humana. Sabe aquele tipo de pet que elege um preferido dentro de casa e vira um “grude” da pessoa? Então, é ele!

Filhotes de Pug no tapete

Outro ponto positivo que chama a atenção dos filhotes de Pug é que eles costumam se dar super bem com outros pets e também com as crianças. E se for bem tratado por eles, você tem tudo para ter uma família vivendo em harmonia – a única disputa talvez seja pela sua atenção 😄.

Pug Filhote – um pouquinho cabeça dura

Não deixe o peludinho saber, mas é comum que os cães desta raça sejam um tanto quanto teimosos, por isso, desde a primeira idade do pet, aposte na socialização e ensine a ele alguns truques, sempre fazendo uso de uma abordagem positiva e carinhosa. Dessa maneira o seu Pug se desenvolve gostando cada vez mais de te agradar.

E já que estamos falando do temperamento do pequenino, vale ressaltar que ele costuma ser territorialista e pode gostar de latir para pessoas que não fazem parte da sua convivência. Portanto, se isso for um fator de preocupação para você, tá aí mais um motivo para você caprichar na socialização e incentivar o seu filho de quatro patas a ser menos vocálico e mais receptivo com as visitas.

Sem exageros nos exercícios 

Todo cachorro precisa de exercícios físicos e mentais para uma vida saudável, porém, algumas raças precisam de cuidados especiais na hora dos passeios, brincadeiras, corridas ou caminhadas.

Por ser um cão braquicefálico (focinho achatado), o Pug acaba cansando mais rápido e sofre bastante com as altas temperaturas ou dias mais secos. A nossa dica é que você planeje a sua rotina para fazer pequenos passeios com o pet, sempre observando o nível de cansaço do pet e fazendo pausas para ele recuperar o fôlego. No verão, prefira a voltinha na rua quando ainda for bem cedo ou no final do dia, quando o sol já tiver ido embora.

E pra começar cuidando muito bem do seu Pug filhote, marque uma consulta com o médico veterinário e mantenha a carteirinha de vacinação em dia, assim o seu “grude” vai ser uma das suas melhores companhias por muitos e muitos anos!

Veja fotos de filhotes de Pug:

Filhote de Pug olhando pra câmera

Filhote de Pug deitado Grupo de filhotes de Pug

Filhote de Pug no tapete

Filhote de Pug de gorro

Compartilhe esta matéria!

Sobre o autor

Anderson Mafra

Jornalista apaixonado por animais, comunicação, música e que não perde um concurso cultural (na verdade já perdeu vários). Curioso de mão cheia, quer saber sempre mais e compartilhar conteúdo, dicas e curiosidades do mundo pet. É um petlover assumido, sem chance de reabilitação.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.