Cachorro que parece lobo

Embora os cachorros sejam parentes próximos dos lobos, hoje sabemos que esses animais possuem diferenças significativas na dieta, no comportamento e na forma como vivem. Enquanto os cães são totalmente dependentes dos seres humanos, os lobos hoje existentes tentam manter distância de nós, mas acredita-se que nem sempre foi assim…

Muitos estudiosos sobre cães defendem que essa amizade começou há muito tempo, quando lobos mais dóceis resolveram se aproximar dos homens. Na época, os animais se alimentavam do “lixo” deixado pelos seres humanos e até de suas fezes. Era uma via de mão dupla, já que os lobos afugentavam outros animais, “limpavam” o local e em contrapartida se alimentavam e algumas  vezes ganhavam até carinho.

Deste lobo cinzento, surgiram os cães que hoje conhecemos. É bem verdade que muitas raças quase nos fazem esquecer deste passado, mas seus genes não deixam dúvidas. É sabido que cachorros e lobos partilham de mais de 99% do DNA e, por isso, podem gerar filhotes híbridos.

Cão-lobo

Dos cachorros que mais parecem lobos (ou vice-versa), podemos citar o Cão-Lobo. Também conhecido como Wolfdog, ele é o resultado clássico do cruzamento entre um cachorro doméstico e um lobo. A “raça” é proibida em alguns lugares do mundo, mas nos Estados Unidos, por exemplo, existem criadores credenciados que podem realizar este tipo de criação. Os cães-lobos não costumam saber latir, mas possuem o hábito de uivar. Ataques de animais deste tipo costumam ser perigosos.

Husky siberiano

Muitos filmes que comumente assistimos que apresentam lobos como “personagens” utilizam exemplares de husky para “interpretar” o papel de lobo. É frequente que façam maquiagem ou que usem de recursos gráficos para fazer com que nos convençam de que são lobos reais. Cachorros desta raça costumam ser bem independentes e eleger um membro da família como favorito. São bem reservados com estranhos e não gostam de pessoas que não respeitam seu espaço.

Malamute do Alasca

Bastante confundido com o husky, o malamute do alasca é bem maior e mais pesado. Como um tipo de “lobo gigante”, ele é imponente e costuma ser bem dominante com aqueles que não conhece. É independente e consegue realizar atividades físicas por horas, sem se cansar. Raro aqui no Brasil, ele não se dá muito bem com temperaturas altas. Durante o inverno, se mostra bem mais disposto a brincar e realizar passeios. Eles gostam de puxar objetos – algo que fazem com facilidade.

Utonagan

Resultado de uma mistura entre o pastor alemão, o malamute do alasca e o husky siberiano, o Utonagan não existe no Brasil. A raça certamente faz com que qualquer um se confunda e fique na dúvida se trata-se de um pet ou de um animal selvagem. Peludo, ativo e muito cheio de si, ele costuma ser bem amistoso com aqueles que conhece. Enérgico e pronto para qualquer tipo de aventura, esse cachorro chama a atenção por onde quer que passe.

Sobre o autor

Jade Petronilho

Jade Petronilho

É jornalista por formação e comportamentalista veterinária por paixão. Desde criança é a "louca dos bichos", por isso resolveu estudar medicina veterinária, etologia e nutrição animal, mas ainda pretende, um dia, fazer zootecnia. Atualmente tem dois cachorros, dois gatos e 13 peixes, mas além de cães, gatos e peixes, também já foi tutora de um coelho, três periquitos, dois porcos da índia, dois pintinhos e três cabritos.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.